Seguidores

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Proibida The Black Door - Velvet ( Livro 1 )


Quando eu terminei esse livro uma coisa eu sabia, se no meu blog tivesse classificação de estrelas para leituras acho que esse ganharia só 2 estrelinhas.. Não achei sensacional, tudo bem que tem muitasssssss pegadas bem hot, em determinado momento do livro a autora o deixa bem rico em detalhes, mas na minha humilde opinião ela se perdeu na escrita, ou algumas mudanças não me agradaram sei la....
 
Agora procurando a foto da capa para postar aqui descobri que esse é o primeiro livro de uma serie de 4, e que a historia da Ariel, Trey, Preston e Michelle só voltara a cena no terceiro, o segundo contara a historia de Mason, ( amigo e agora sócio de Trey ) e o quarto...hum o quarto é fora da casinha, nada com nada desses três primeiros livros...
 
Eu não gostei do final desse, achei o epilogo acelerado demais, meio nada a ver sabe, e o que aconteceu com Trey, affffff ele se mostrou tão intenso nas emoções e nos sentimentos e de repente parece um baldo de gelo... Ai gostei não... E uma coisa é certa, já nem sei se vou ler os outros ( ate porque não há previsão de quando serão publicados no Brasil ), pra falar a verdade já ate sei o que vai acontecer com esses quatro personagens no livro 3 e não gostei ( ler spoiller da nisso ne..rrss )
 
Mas enfim, vamos la ao que o livro nos traz.
 
O livro começa com Ariel chegando à Black Door, uma casa de entretenimento somente para mulheres, quando digo entretenimento traduz-se bacanal sexual viu gente...rrss .. Ela é uma advogada muito bem sucedida em Nova York e namora há um tempão o juiz Preston e o que mais tem deixando-a abalada ultimamente é que ela tem um fogo danado e como o juiz esta preocupado apenas com sua carreira politica, Ariel tem ficado de lado na sua vida e o que ela mais tem sentido falta é o sexo quente entre eles. Mas o conselho de uma amiga ( diga-se de passagem amei de paixão a Meri, divertidíssima, direta, segura, adorei de verdade sua amizade e sua auto estima ), então essa amiga conta para ela sobre o Black Door. Esse clube é so para poucas e selecionadas, então com muito medo, mas com curiosidade Ariel resolve ir ate la para ver. ( lembrando que nesse universo de livros hots esses clubes para mulheres já não são mais novidade, tem muitas autoras que abordam esse tema em suas historias, então nada de novo, só detalhes que diferem uma historia da outra). Quando Ariel entra no clube ela se ve num universo paralelo, surreal e completamente diferente da vida real. E assustada ela vai embora sem ¨curtir ¨o que o local oferece. Mas não se da por satisfeita, e volta outras vezes. e é la que ela conhece um homem que abala suas estruturas e que fica dias e noites sonhando dormindo e acordada com ele.
 
O problema de Ariel começa quando ela descobre, numa dessas idas ao clube, quem é o homem mascarado e misterioso, e quando ela esta decidida que o caso deles é uma historia impossível, ele aparece na sua vida e abala seu mundo de novo. Mas ele também a conhece e ainda não sabe quem ela é. E foi ai que minha raiva por Trey surgiu.... Ele ate descobrir quem era ela tava alucinado pela mulher, não comia, não dormia, não conseguia trabalhar pensando em quem seria essa mulher que abalou seu mundo, ai ele descobre quem é, e de repente, do nada ele esfria como gelo. Tudo bem que é o certo a se fazer sendo eles quem são e o meio em que vivem, mas a geladeira que ele se tornou me irritou.. Mas por outro lado no fim das contas ate que Ariel mereceu porque tem horas que ela é chata demais com suas inseguranças.
 
Bom, é isso, o livro termina de uma maneira inesperada, mas o epilogo a principio nos mostra uma situação, mas depois entendemos o que é, e numa conversa entre Ariel e Meri, Ariel explica o que aconteceu para Meri e nos faz entender melhor o final sem eira nem beira, e o que acontece naquele exato momento. Tanto que quando terminei não imaginei que tivesse continuação, porque o final fecha direitinho sabe. Não foi o final que eu esperava mas da pra entender perfeitamente. Ai entra aquela historia de que os livros tem que ter continuação, por que ? Eu me pergunto sempre isso. Por que as autoras não podem terminar suas historias em uma única obra???, ta tem algumas que fazem de proposito ne, deixam o ultimo capitulo com uma interrogação e um como asimmmmm ( tipo Gael da Barbara Biazoli rrss, morri e quase matei a Barbara quando li o ultimo capitulo e tive que esperar pelo livro 2...rrss ) mas esse fecha bem a historia e pelo que li do que vem por ai, vai ser mais encheção de linguiça do que qualquer outra coisa... 
 
 
 

 

 

Sinopse - Proibida - The Black Door -  Velvet

Entre o importante trabalho como sócia de uma firma de advocacia e o relacionamento com um dos solteiros mais cobiçados de Nova York, Ariel Vaughn parece ter tudo. Mas o sexo com o juiz Preston Hendricks havia esfriado consideravelmente. Por meio de um atraente acompanhante da Black Door – uma boate de elite que satisfaz os desejos carnais de algumas das mulheres mais ricas de Nova York – ela se encanta com um mundo de tentação irrestrita. Dentro da Black Door, máscaras elaboradas escondem as identidades do mundo real e o sexo é mais selvagem do que Ariel jamais conseguiu imaginar. Porém, as coisas fogem do controle e sua vida sexual entra em conflito com a real. Ela vai conseguir abrir mão de prazeres ilimitados? E quando ela descobrir a chocante identidade do homem mascarado, com quem viveu suas noites mais intensas, será capaz se afastar de lá?

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Comprinhas, comprinhas e mais comprinhas...

É logico que como toda boa leitora, compras é uma dos coisas que mais gostamos de fazer não é mesmo ???!!!!
Esse cheirinho de livro novo, as paginas intactas ate que nosso dedos toquem suas folhinhas, ai tudo de bom...
Dessa vez ate a filhota ganhou o dela ( O Reino das Vozes que Não Calam ).
Comprei o Eclipse pra ir finalizando minha coleção da Saga Crepusculo, A Ruiva Misteriosa antes de ter comprado o A Ruiva Revelada na bienal não sabia que eram 3 livros, então comprei ele pra ler pois é o primeiro volume... Ah e Jojo Moyes com esse seu Como eu Era antes de você.... jzuisssssssss já li e chorei rios mas quis ele na minha mini biblioteca ( que pra minha sorte ta aumentando... rs
E lógico, não podia faltar O Amor não Tem Leis ( 1 e 2 ) não vejo a hora de começar a ler essa historia que tem sido tão falada pela net e pelos blogs que sigo...
Então aqui vou eu pra mais aventuras literárias que não se resumem so nos arquivos PDF da vida .. :)



domingo, 26 de outubro de 2014

Alec - Serie Slater Brother #2 - L.A. Casey

¨Alec possui Keela, e o que Alec possui, Alec mantém.¨

Afffffffffff essas séries me matam viu gente... Eu adoro mas fico numa expectativa danada pra ler a continuação. Sorte que uma coisa nos favorece, algumas series podem ate ser longas mas cada livro tem começo meio e fim no seu volume, e mesmo que tenham outros, eles somente dão continuidade a uma historia que foi terminada, mas que não influencia em nada na que esta iniciando. E essas serie é bem isso pelo que entendi. Dominic ( o primeiro livro) termina e sim, podia ter mais, mas teve um final, ai veio Bronagh ( livro 1.5 ) que é uma continuação do Dominic e esse terceiro livro ( Alec ) inicia exatamente onde parou o livro da Bronagh. Agora o que vem por ai é o livro da Keela Daley ( 2.5 ) e o do Kane ( livro 3 ), então pelo que entendi é necessário ler os intermediários antes de iniciar os principais.

Nesse segundo livro da série conhecemos outro irmão Slater, Alec. Num  passado não muito distante Alec era um acompanhante feminino e masculino, de acordo com Bronagh ele é uma puta ( rrss ) mas tem um coração de ouro e é muito reservado, exceto quando é pra defender  o que ele quer ou aos seus amados irmãos.

Keela é uma garota solitária, sem pai, sua mãe nunca se quer ligou para ela, exceto quando é do interesse de sua mãezinha chata pra caramba, ai Keela serve pra alguma coisa. Só que sua vida esta de cabeça pra baixo por causa do casamento de sua prima Micah ( aquela mesma Micah que infernizava Bronagh na escola há três anos ) e seu namorado Jason ( o mesmo Jason  que também foi uma pedra no sapato de Bronagh na escola ) vão se casar. So que Keela odeia Jason mais do que odeia sua prima e sua mãe juntas. Jason a seduziu e a levou para cama pra tirar sua virgindade simplesmente para provocar Micah, e não porque isso era bom para ele e pra Keela. E com o convite do casamento na mesa de sua casa, Keela  precisa ir ao casamento mas não quer ficar por baixo de tudo e de todos, então ela e sua amiga acham que podem resolver o problema pedindo ajuda de nada mais nada menos que Alec Slater. Só que Keela só  o conhece há 24 horas e já odeia-o com todas as forças, mas que outra opção ela tem se não se render a ideia de sua amiga e ir propor ao cara o que ela deseja.

E assim ela o faz, propõe pra ele ser seu namorado de mentira para impressionar à todos no casamento, e como Alec é um homenzarrão que chama muita atenção isso com certeza vai ser no mínimo divertido para os olhos dos outros, ver o ¨novo casal ¨durante os festejos de casamento de sua prima.

Nesse meio as festividades, Keela resolve dar uma trégua em suas brigas com Alec e resolve que o melhor para eles era se conhecerem, como duas pessoas civilizadas, mas o que nenhum dos dois pode sequer imaginar é que eles se conhecem e se descobrem. Alec que não se apaixona tem um interesse genuíno por Keela, e ela começa a ter simpatia por ele, e não só raiva e vontade de mata-lo o tempo todo.

O legal, mas o legal mesmo desse livro, é que mesmo seguindo a mesma linha de ofensas e troca de farpas entre os dois, eles são mais maduros que Dominic e Bronagh, Alec é mais maduro ( tem 28 anos e Keela 23 ), mas é divertidíssimo ver o quanto mesmo eles dizendo que se odeiam o tempo todo, eles interagem bem um com o outro, formam um casal fofo, e ele leva tão a serio esse combinado que ele passa a se interessar por ela, pedindo que o namore de verdade.

Eu adorei conhecer Dominic mas Alec é infinitamente mais rico ( não financeiramente falando ) rico no sentido da profundidade, da maturidade, da sua determinação e na forma como ele faz com que Keela reencontre seu amor próprio não deixando que nada e ninguém a abale por nenhuma opinião sobre ela. Maturidade faz uma diferença enorme, mesmo os irmão sendo uns tontos as vezes, mas é lindo de se ver como um é preocupado com o outro.

Serie mais do que recomendada e agora é só esperar pelo livro 2.5 ( Keela )


A serie continuará assim :
Livro 1.5 : Bronagh
Livro 2 : Alec
Livro 2.5 : Keela 
Livro 3 : Kane
Livro 4 : Ryder
Livro 5 : Damien
Livro 6 : The Slater Brothers  




SINOPSE :
Keela Daley é a ovelha negra da família. Ela sempre vem depois de sua prima mais nova Micah. Mesmo aos olhos de sua mãe, Micah brilhava e Keela desvanecia em sombras. Agora, na idade adulta, Micah está noiva e o foco é apenas sobre ela. Keela possui uma prioridade baixa... ou assim ela pensa. Alec Slater é um solteirão, nunca leva para a cama a mesma mulher, ou um homem, duas vezes. Ele é um agente livre, que faz o que lhe agrada e responde a ninguém; isso, até uma irlandesa ruiva com um temperamento ardente para combinar com a cor de seu cabelo derrubá-lo em sua bunda.
Literalmente. Ela odeia ter que admitir, mas Keela precisa de um favor do arrogante irmão Slater, um enorme favor. Ela precisa dele, não só para acompanhá-la ao casamento de Micah, mas também para se passar por seu namorado. Alec concorda em ajudar Keela, mas tem certas condições para ela cumprir. Ele quer o seu corpo e planeja tê-lo antes que alguém possa dizer o que fazer. O que ele não planeja, é perder seu coração, bem como a possibilidade de perder sua família, quando alguém do seu passado ameaça seu futuro. Alec possui Keela, e o que Alec possui, Alec mantém.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Série A obsessão de um Milionário - J.S.Scott

Quem me conhece sabe que eu sou mega neurótica com leituras viu gente... Eu leio no notebook, no tablet, em livros físicos e nunca, nunca mesmo paro com minhas leituras. E com esse livro foi uma grata surpresa, porque o primeiro livro estava no tablet, bem curtinho, quase 80 paginas, li em uma hora...rrss, ai fiquei louca pra encontrar o restante e ver o que ia acontecer com Kara e Simon, e pra minha surpresa era 4 livros, mas todos bem curtinhos, o maior tem um pouco mais de 100 paginas, e gostei viu, leitura leve, fácil, e que flui bem, e logico com aquelaaaaa pegadinha hot que eu e muitas de nos meninas amamos.... rs

Simon é um bilionário recluso, que não namora, só tem mulheres que ele usa e elas usam-no, mas uma linda garçonete do restaurante da sua mãe chama sua atenção, e por quase um ano ele a persegue à distancia, acompanhando sua saída do trabalho para casa para que ele tenha certeza de que ela esta segura. Mas ela não sabe desse ¨observador¨, ate que num fatídico dia ele precisa entrar em cena. Kara passa mal no meio da rua e precisa de socorro, e quem está lá pra socorre-la.... Simon Hudson, logicoooooo :)

Simon a leva para sua casa e começa a cuidar dela, com muita relutância da parte de Kara que não esta acostumada a ser cuidada desde a morte de seus pais, mas Simon não faz isso de graça, claro, ele propõe cuidar dela com uma condição, que deixa Kara pasma, Simon a quer em sua cama, por uma noite.

Muitas coisas acontecem na vida de Kara, muitas decepções, muitos episódios, mas o que de melhor aconteceu foi Simon ter aparecido para salva-la e ela acaba aceitando ser dele por uma noite, já que ele é um homem de fácil convivência e de acordo com o que ela descreve, mega atraente.

Claro que essa única noite muda a vida dos dois, tudo começa a mudar a partir dai. Kara e Simon não serão mais os mesmos depois dessa primeira noite. Simon se sente enlaçado por essa linda morena dos olhos azuis expressivos e Kara se encanta por esse homem recluso, nerd, cheio de cicactrizes no corpo e na alma e com um coração enorme, mesmo que ele ache que não...

Eu gostei como disse, achei que tudo num livro só teria sido mais útil, mas quem sou eu né...rrss Do jeito que ta, ta bom demais.... mais um casal pra se encantar e logo se desapegar, porque jaja tem outro pra entrar na minha vida e na minha rotina de leitora voraz :)



Sinopse

A sorte não está ao lado da estudante de enfermagem e garçonete em tempo integral Kara Foster, e para piorar recebe um golpe enorme para a sua situação financeira que já é desesperadora e certamente poderá colocá-la morando nas ruas. Precisando de nada menos que um milagre para salvá-la ela recebe ajuda de uma fonte desconhecida, improvável e avassaladora. O bilionário Simon Hudson faz uma oferta que é impossível recusar, mas terrível para aceitar de um homem que ela nunca conheceu. Será que o bonitão alfa bilionário realmente será a solução para seus problemas, ou ele irá acabar sendo uma das principais complicações e um perigo para sua sanidade emocional? O recluso bilionário Simon Hudson prefere estar atrás de um computador criando jogos do que acotovelar-se com a elite e ele sabe exatamente o que quer... Até que conhece Kara Foster. Algo sobre Kara toca Simon de maneiras que ele nunca experimentou , e ele definitivamente, não gosta. Por mais de um ano ele a vigia, mas teimosamente recusa a admitir o seu desejo de possuí-la, nem mesmo para si mesmo. Mas quando ela acaba em uma situação que poderia muito bem ser a sua destruição, Simon sai para ajudá-la, não percebendo que a salvando poderia muito bem estar salvando sua própria alma
 

Essa sinopse é a do livro 3.5 ( Minha Completamente ) que foi lançado depois, por isso dizem que eles estão de volta !!!
 
Kara e Simon estão de volta!

Kara e Simon estão juntos um ano, o seu casamento se aproximando num futuro muito próximo. Quando eles enfrentam um desafio difícil em seu relacionamento no Dia dos Namorados, vai a brecha, finalmente, aproximá-los ... ou rasgá-los completamente à parte?

domingo, 19 de outubro de 2014

Bronagh - Slater Brothers #1.5 - L.A. Casey

¨Bronagh ama Dominic, e o que Bronagh ama, Bronagh cuida ¨

Continuando a serie dos Irmãos Slater, esse é um intermediário entre o primeiro e o segundo livros da serie. Eu particularmente achei que o que foi escrito nesse livro, poderia muito bem ter sido acrescentado no livro do Dominic, porque a narrativa é a mesma, quem conta a historia é a Bronagh, era mais fácil ter feito um capitulo com o título 3 anos depois e pronto, mais 100 paginas e o livro era finalizado, mas enfim o que eu entendo de escrita né, só entendo de leitura, de escrita nada..rrss

Mas enfim, o livro conta mais um pouco da historia de Dominic e Bronagh que agora esta fazendo 21 anos e seu namoro com Dominic já dura quase 3 anos, ela esta completamente e irremediavelmente apaixonada por ele, e inserida na sua família de 5 irmãos.

A surpresa desse livro são as ¨surpresas¨ que o apaixonado Dominic faz pra sua amada Bronagh, mas esses presente não vem tão fáceis assim, ela precisa cumprir algumas ¨tarefas¨ que ele a leva pra fazer para que assim ela ganhe seus presente, e os presente são um mais lindo que o outro, mas o que mais me emocionou ( sou pisciana e romântica lembram ne gentemmmm...rrss )  foi o livro que dizia 100 Razoes pelas quais Eu Te Amo ,  coisa mais linda de se ler e de chorar lógicoooo.

Mas não só Bronagh envelheceu, Dominic também e é ai que a maturidade fala mais alto e eles vão aos poucos tentando se adaptar a sua nova ¨vida de adulto ¨, mas ate na vida complicada que nos adultos as vezes levamos, quando se tem amor fica um tiquinho menos difícil de se levar as coisas, e assim também é pra esse lindo e apaixonado casal.

Adorei, agora é se preparar para a historia do outro irmão Slater, Alec... mais emoções por ai...





Credito blog A borboleta que lê

SINOPSE :

Bronagh Murphy tem passado por muitas coisas nos últimos anos, muita coisa mesmo, então quando seu aniversário de 21 anos chega tudo que ela quer é relaxar e passar o dia com sua família. Sossegada. 
Seu namorado, Dominic Slater, não gosta da ideia de relaxar e ficar sossegado, e nunca irá. Ele planeja um dia para Bronagh que é romântico e também excitante. Contudo, a visão de excitante de Dominic é bem diferente da de Bronagh, como ela vai descobrir em breve. Quando as coisas tomam um rumo para o pior, e um péssimo desentendimento deixa Dominic mais uma vez lutando por sua garota, Bronagh terá que decidir de uma vez por todas se ela vai lutar ao lado de Dominic ou se vai embora e nunca olhar para trás.Bronagh ama Dominic, e o que Bronagh ama, Bronagh cuida

sábado, 18 de outubro de 2014

Dominic - Slater Brothers #1 - L.A. Casey

AVISO :
 Se você não gosta de homens líderes que são idiotas possessivos, Dominic NÃO é para você.
Se você não gosta de mulheres líderes que são cadelas teimosas, Dominic NÃO é para você.
Se você não gosta de personagens que têm mau temperamento, Dominic NÃO é para você.
Acima de tudo, se você não gosta de personagens que xingam muito, dizem exatamente o que eles sentem e pensam sem o açúcar que os cobre, então Dominic definitivamente NÃO é para você.         (Créditos: FaB)


Quando li resenhas desse livro e li esse trecho ai em cima pensei na aventura que seria conhecer esse bad boy do Dominic, ou Nico como ele gosta de ser chamado.

E ai pra ter certeza de que seria uma bela aventura, comecei a ler essa série, apesar de ainda não estar terminada, mas o que tinha entendido é que seria uma serie como Beautiful Bastard, vários livros, mas cada um com um personagem, já que os irmãos Slater são muitos, então lá vamos nos para mais uma aventura literária, o que mata só é a ressaca que eles nos deixam depois..rrss

Esse primeiro livro conta a historia de Bronagh e Dominic, ela uma jovem de 18 anos que se isolou do mundo depois que seus pais morreram e a única coisa que lhe restou foi sua irmâ Brannah, então para se defender do mundo que a tirou das duas pessoas que ela mais amava, ela se fechou no seu mundo particular, não permitindo que ninguém se aproximasse do seu mundo particular. Bronagh não tem amigos, não tem namorado, e não se aproxima de ninguém, pela simples ideia de que ter alguém do qual ela goste pode simplesmente morrer ou deixa-la e faze-la sofrer tudo o que sofreu com a sua perda.

Na escola ela é simplesmente deixada de lado, todo mundo a conhece e sabe quem ela é, mas ninguém e seu amigo, o máximo que ela tem é um mala de um cara que a irrita e que ela o ignora completamente. Ate Dominic Slater chegar ao colégio. Ele e seu irmão gêmeo chegam de Nova York para fixar vida na Irlanda e assim que Nico põe os olhos em Bronagh ele sabe que sua vida virou de cabeça pra baixo, porque Dominic não esta acostumado a ouvir não como resposta, e quando ele decide fazer uma gracinha com a moça ela lhe vira um tapa na cara que o faz quere-la ainda mais. Pronto ai o negocio tá feito. Ser dispensando nunca esteve e nem esta nos planos de Dominic e quanto mais ela o dispensa, mais ele a irrita e mais ele se interessa por ela.

Só que além de ¨mâo nervosa ¨Bronagh também tem a boca nervosa, além de xingar muito, ela fala muito palavrão e assim como ele, a vida dos dois se resume em dizer que odeiam-se e se xingar mutuamente. Mas pra mim que sou uma boca suja nata ( rrrssss ) isso não é espantoso, apesar de muita gente achar que pode ate ser demais, eu achei que o livro é legal também pelo fato desse xingamento todo.

Bronagh odeia tanto Dominic e Dominic odeia tanto Bronagh que ele soca todo mundo que chega perto dela, ela soca ele por socar os outros, por chegar perto dela, por irrita-la tanto que numa dessa sessão ¨socos ¨ ela se machuca e ele é o único que esta la para ampara-la, então ela resolve lhe dar uma chance e tentar ser sua namorada, já que ele já pediu e ela negou, mas aos poucos ela vai percebendo que não é só irritação que ela sente por ele, ela tem ciúmes também, e ficar longe dele tem sido pior do que ela desejaria que fosse. Ai o romance ta feito. Dominic é um ogro, lindo mas ogro com todos, mas com ela ele é tão fofo, tão gentil que ate seus irmãos riem dele, e uma das passagens mais bonitas do livro é quando ele diz pra ela ¨Eu vivo você menina bonita ¨ ( ele não acha que ainda seja capaz de dizer que a ama, então o eu vivo você é uma forma de dizer que a ama sem a profundidade do eu amo você... amei de paixão ).

Dai por diante a vida de Bronagh vira de cabeça pra baixo, tudo o que ela fugiu de sentir e de ter agora caiu de bandeja sobre ela, faz amizade com Alannah, arrumou um namorado, sua irmã namora o irmão de Dominic, e ela passou de não ter família nenhuma, a ter irmã, amiga e cunhados que a consideram como irmã.

Claro que como toda historia, tem muito romance, tem uma tragédia básica e um final feliz, não poderia deixar de ser, mas nessa corrida de 400 paginas conhecemos mais a fundo o porque dos irmãos Slater terem ido pra Irlanda, o porque de Bronagh se permitir que toda a família de Dominic entre em sua vida, e o mais fofo é o porque dela deixar claro pra Dominic que ele não pode deixa-la porque ela não vai suportar perde-lo. Lindo demais.

Adorei, adorei, adorei e recomendo muito... se eu tivesse estrelinhas pra dar como cotação, seriam com certeza 5 estrelas para o primeiro livro da serie dos irmãos Slater... La vou eu pro segundo agora :)  .


A serie continuará assim :
Livro 1.5 : Bronagh
Livro 2 : Alec
Livro 2.5 : Keela 
Livro 3 : Kane
Livro 4 : Ryder
Livro 5 : Damien
Livro 6 : The Slater Brothers  


 
SINOPSE :
 
Depois que um acidente de carro matou seus pais quando ela era criança, Bronagh Murphy escolheu se afastar das pessoas em um esforço para se proteger da dor futura. Se ela não fizer amizade com as pessoas, falar com eales ou reconhecê-los de alguma forma, eles a deixam sozinha como ela quer. Quando Dominic Slater entra em sua vida, ignorá-lo é tudo o que ela tem que fazer para chamar a atenção dele. Dominic é acostumado à atenção, e quando ele e seus irmãos, se mudam para Dublin, Irlanda, para o negócio da família, ele não ganha nada, exceto atenção. Atenção de todos, exceto da linda morena com uma língua afiada. Dominic quer Bronagh e a única maneira que ele pode chegar até ela, é arrastando-a do canto da caixa que ela se aprisionou da única maneira que ele sabe... pela força. 
Dominic a quer, e o que Dominic quer, Dominic consegue. 

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

A Aposta - Rachel Van Dyken

Ai ai ai acabei de descobrir mais uma autora que se tornou minha favorita, dentre tantas outras....

Adorei a escrita da Rachel, como ela desenvolveu essa historia leve, mas fascinante e que o difícil é parar de ler, porque eu queria tanto saber como ia desenrolar a historia de Kacey, Jake e Travis que não via a hora de termina-lo, mesmo sabendo que o fim seria o esperado...rss

Kacey, Jake e Travis são amigos de infância, desde muito pequenos mesmo, um sabe exatamente como é a vida do outro, so que a afinidade sempre se mostrou mais pro lado de Jake e Kacey, e assim eles cresceram sendo melhores amigos, inseparáveis ate, pra desgosto de Travis, que também desde pequeno queria a atenção de Kacey, porque mesmo com 8 anos ele sabia que ela era especial pra ele. Por isso durante uma briga na infância, os meninos apostam que quem se casara com Kacey é Travis, Jake ri e faz o ¨pacto de sague ¨ ( que na verdade é feito com cuspi..rrrrsssss ) dessa aposta, mas Kacey não sabe, claroooo.

So que Kacey e Travis se odeiam, ela o chama de Satanás, porque ele infernizou sua infância, colocando medo nela, mas o que ela não sabe, é que tudo o que ele fazia era pra que ele a colocasse em perigo e pudesse salva-la depois, mas algo sempre dava errado e o tiro saia pela culatra, então ele era o mau, e isso foi durante toda sua infância.

Anos se passam e ninguém sabe o que Kacey passou com a morte dos seus pais, com a decepção que Jake foi pra ela na faculdade, mas ainda assim Jake como bom cafajeste que é, procura-a pra lhe fazer uma proposta mais do que indecente. Ele quer que ela seja sua noiva por um fim de semana pra enganar a família e conseguir uma boa imagem de bom moço pro conselho da empresa da família.

Kacey reluta demais em aceitar, porque suas magoas com Jake são profundas, mas afinal foi a família que ela cresceu, ele sempre foi seu melhor amigo, então ela topa, mas se mete numa encrenca daquelas, porque Jake não vale um prato de arroz feijão azedo, quem dirá uma palavra certa que ele promete.

Mas Kacey precisa voltar, e colocar seu passado, suas magoas, suas dores pra fora pra seguir em frente, e quando ela se vê de volta à casa onde ela passou parte de sua infância, a casa dos pais de Jake e tudo que os cerca ela fica absolutamente sem escolha, e essa busca por ela mesma se faz mais do que necessário.

É ai que ta toda a graça do livro. As descobertas que sempre estiveram na cara dela e que ela por ser cega por Jake nunca viu, ou percebeu, sua antiga casa, sua antiga vida, seus velhos amigos, tudo vai se delineando de um jeito que ela é obrigada a reviver tudo isso e crescer com essa experiência.

So fiquei puta da vida com o fato do Travis nunca, mas nunca ter tomado a iniciativa de contar a verdade pra Kacey, ele é um homem afinal, não um menino, mas acho que o medo de ser rejeitado falou mais alto, então por muita raiva que eu tenha sentido por ele não falar o que sente no momento certo, ainda assim entendi.

Mas uma caso à parte, é a avó dos meninos.... jzuis essa velhinha é porreta de boa, toda avo deveria ser assim, divertida, querida, sapeca e serelepe...rrss demais mesmo essa Vó Nadine

Livro bem leve, com muitas pitadas de comedia, as brincadeiras de provocação de Kacey e Travis são um caso a parte, ri muito com os dois e me emocionei com esse homem grande de coração mole, e que apesar de serem adultos, parecem duas crianças birrentas brigando, mas ainda assim achei engraçado os dois brigando como crianças, cresceram mas não, acho que é isso que faz os dois serem divertidos, enfim, vale a leitura, e vale ler mais historias dessa autora que me conquistou !!!


 

Sinopse - Aposta - Livro 01 - Rachel Van Dyken -

por : www.skoob.com.br

Kacey deveria ter fugido assim que ouviu essas palavras do milionário Jake Titus. O amigo de infância que Kacey não via há anos é hoje um dos homens mais poderosos e cobiçados de Seattle. E ele precisa de um favor dela: que ela finja ser sua noiva em uma viagem para visitar a avó Nadine, que está muito doente. Kacey aceita sem hesitar, afinal, o que poderia acontecer em apenas quatro dias? Mas o que ela não esperava era reencontrar Travis, o irmão mais velho de Jake, Quando mais novo, ele adorava perturbar Kacey: já incendiou uma boneca, colocou uma cobra em seu saco de dormir. Por isso, recebeu dela o apelido de “Satã”. Mas depois de tantos anos, Kacey se vê diante de um homem lindo, por quem se apaixona no momento em que vê o seu sorriso. O que ela não sabe, no entanto, é que os dois irmãos haviam feito uma aposta quando eram meninos: quem se casasse com Kacey receberia um milhão de dólares. Em “A Aposta”, da autora best-seller do New York Times Rachel Van Dyken, Kacey terá que descobrir qual dos irmãos é o cara certo e fazer sua escolha. Essa é a única certeza que lhe resta.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Little Black Book - Tabatha Vargo & Melissa Andrea

Quando li a sinopse desse livro logo que baixei fiquei enlouquecida, odeio esse tipo de homem que acha que mulher é brinquedo na mão deles, mas Calmaaaaaaaaaaaaaaaa.... é so um livro, e hoje  a moda é exatamente essa, homens loucos pelo qual com certeza loucas se apaixonam... e com Sebastian Black não foi diferente... rss

Li ele inteirinho do começo ao fim, num único dia ( domingão, dia de curtir preguiça em casa, ótimo para uma boa leitura) e além do mais eu tinha lido muita coisa sobre esse livro nos blogs que sigo e todos falavam muito bem dessa historia.

Tudo bem, a historia é aquelaaaaaa clichê de ultimamente, o mocinho máster blaster rico e mega seguro de si, mandão ate dizer chega, que nunca se apaixona, recheado de problemas com uma infância conturbada, e que ate colocar os olhos na mocinha certa ( quase uma coisa fulminante ) seu conceito de tudo isso e seu mundo desmoronam. Mas mesmo com todo esse clichê o livro não deixa de ser bom. Em determinado momento achei que as autoras pudessem ter se inspirado em outro livro que li de outra autora que tem a mesma historia, o mocinho faz algo muitoooooo ruim em seu passado e se a mocinho descobrir, o romance vai por agua a baixo, mas é claro que ela descobre, é claro que o romance escorre pelo ralo, senão qual seria a emoção disso, massssssss lógico que a ficção é tão generosa conosco, suas leitoras, que não sofremos por muito tempo !!!

Sebastian é esse cara que se descreve na sinopse, petulante, mandão, que acha que porque tem dinheiro e é bem sucedido pode fazer tudo o que quiser e com quem quiser, e essas mocinhas que se deixam impressionar por um par de olhos atrativos, um peito largo, costas chamativas e contas bancarias impressionantes, fazem com que eles se sintam ainda mais poderosos. Então, mas como eu ia dizendo Sebastian se acha a bolacha mais gostosa do pacote e construiu uma fortuna com seu bar badalado em Nova York, mas ele é duro na queda, relacionamentos com mulheres somente para sexo, e todas elas estão exatamente como ele quer, no seu caderninho negro para que quando der vontade, ele simplesmente pegue seu telefone e mande-as fazer o que ele desejar, afinal ele paga por isso, as mantem como ele bem deseja. Ate que uma garçonete do seu badalado Clive faz seu corpo estremecer e desejar tê-la.

Rosslyn esta passando pelo momento mais difícil de toda sua vida, depois de perder seu pais quando criança e ter sido criada ela avó, agora a avó também se foi, e tudo que ela tem é o irmão do qual ela não abrirá mão, e um carro velho, que vira sua casa, porque nem a casa que ela mora sera mais dela devido as dividas que tinham que ser pagas com a morte da avó. Ela precisa se virar, arrumar um emprego, e tocar a vida, e sua amiga Trish arruma um emprego de garçonete pra ela no mesmo lugar onde trabalha, e seu primeiro dia é um verdadeiro desastre, sem nenhuma experiência ela acaba chamando atenção pra si e é ai que sua vida vai mudar sem ela nunca ter esperado.

Seu chefe, ( a ultima bolacha do pacote rrss)  Sebastian se encanta por essa linda nova funcionaria de um jeito que ele nunca se encantou por mulher nenhuma, e como na cabeça dele tudo o que ele quer ele tem, ele demite Ros e faz à ela a proposta mais surreal que ela já ouviu na vida.

O que faz ela ser diferente, que o deixa de quatro ??? Simples, o fato dela ser ela mesma, boquinha nervosa ( tipo a la Anastácia Stelee ) mesmo sabendo o que ela deve fazer, ela nunca deixa por menos uma tiradinha com sua inteligência, e isso o faz se sentir diferente, de um jeito que ele nunca se sentiu, ate chegar num ponto onde as outras não fazem mais sentido na sua vida ( e não mesmo porque o homem deixa a desejar num dos encontros com suas ¨meninas do seu Black Book ¨ ), e o sonho de um menino cheio de problemas na infância e na adolescência, que um dia ele resolveu enterrar porque achou que não era merecedor de tais sonhos, esse sonho se materializa numa mulher de 20 e poucos anos, virgem, língua afiada, desesperada para sobreviver sem que seja engolida pela vida, e que com seu jeito conquista o homem que se achava inconquistável !!!

Simplesmente bom demais esse livro, vale muito a leitura, mesmo em alguns momentos dando raiva da pretensão de Sebastian, onde como eu sempre digo, nem sempre ser a ultima bolacha do pacote pode ser bom, as vezes a ultima é quebrada e ninguém quer...rrss, nesse caso, claro que ele não era tãoooo quebrado assim, e Ros o fez perceber isso de uma maneira onde só o amor seria capaz de mudar isso tudo.





Sinopse por :

Meu nome é Sebastian Black e eu quero comprar você. Eu poderia ter qualquer mulher que eu quiser, mas eu escolhi você. Sem relacionamento, apenas sexo. 
Aqui está a minha oferta... 
Vou colocar o seu nome no meu " Little Black Book", e quando eu quiser você, eu te ligo. Quando eu chamo, você vem, em mais de uma maneira. Será mutuamente prazeroso para nós dois. 
Existem apenas duas regras:
Não se negar para mim.
Não se apaixonar.
Se você fizer alguma dessas duas coisas, vou te tirar do meu livro e parar os pagamentos. Estamos entendidos?

sábado, 11 de outubro de 2014

O Segredo do meu Marido - Liane Moriarty

"O problema da verdade, é que ela pode mudar tudo..."
Errar é humano, perdoar é divino ¨

Eu ainda não decidi, juro, se eu gostei ou não desse livro. Comecei a ler duas vezes e nunca conseguia sair do inicio, bem a sinopse mesmo, falando de pandora e sua caixa, afff achei cansativo, mas sou persistente e não desisto facilmente, principalmente de leituras, então eu insisti e fui adiante.
As primeiras 100 paginas confesso que achei um porre, tudo muito detalhado, uma dona de casa cheia dos TOCs, mais metódica que a metódica, falante, sei la, não simpatizei muito com ela de cara.
Ai tem uma historia, na verdade três historias paralelas, que no começo não sabia porque estavam ali, mas ai, pra minha total surpresa, passei das 100 primeiras maçantes paginas e descobri que eu estava ADORANDO O LIVRO... yesssssssss !!!!, eu estava realmente gostando, e cada vez ficava mais curiosa pra saber o que ia acontecer com os vários personagens dessa historia que de confusa não tem nada, foi muito, mas muito bem escrita, tudo se encaixa perfeitamente, todos os personagens tem um porque de estarem juntos, ou melhor, de cada um viver sua historia e depois, la no fim do livro, todos estarem ¨juntos ¨ de uma maneira ou de outra. Ai meu conceito caiu por terra. Eu gostei sim de O Segredo do Meu Marido, e não é a toa que a autora tem esse livro como um dos mais vendidos dos EUA, realmente vale cada centavo gasto, ela é muito boa na escrita, e eu sou péssima pra adivinhar segredos alheios... ( calminha ai, vou explicar o porque rrss )

Cecilia Fitzpatrick é uma dona de casa, muitoooooo certinha, cheia de tocs de acordo com sua irmã, vendedora da Tuppeware, mãe de 3 filhas e casada com John Paul, ate ai, tudo normal, o que muda sua vida completamente é que durante uma das buscas por um souvenir pra sua filha que tem estudado tudo sobre o Muro de Berlim, ela esbarra numa das caixas de contas já pagas e uma carta cai nominal à ela, escrita por John Paul , e pela aparecia do envelope, tinha sido escrita a muito tempo, mas ela era uma mulher centrada e conhecedora de todas as coisas que aconteciam na sua casa, então num telefonema que o marido faz de outro lugar que não sua casa ( ele estava viajando a trabalho ) ela não aguenta e conta pra ele que achou a carta. Um silencio sepulcral se forma quando ela diz pra ele que a encontrou ( eu mesmo lendo podia sentir  a tensão do marido de Cecilia ). Ela claro, não abre, tenta esquece-la, mas ao que parece não vai ser tão fácil.

Enquanto isso, Tess, Will e Felicity ( outros três personagens que eu achei que não tinham nada a ver com a historia, mas la na frente veremos que tem sim) estão num dilema. Will e Tess são casados e Felicity é a prima de Tess, quase uma irmã gêmea, e os três tem uma empresa juntos, só que a revelação de Will e Felicity de que estão apaixonados quase mata Tess e ela resolve além de ter um leve surto, deixar sua casa e seu marido com a prima (fdp) e vai pra Sidney pra casa da mãe, tudo o que ela mais quer é que eles se explodam e ela quer ficar longe dessa safadeza toda.

Rachel é um senhora de quase 70, que perdeu sua única filha mulher ( ela ainda tem Rob) e que depois da morte de sua filha nunca mais sua vida foi a mesma, ficou viúva, perdeu a filha, seu filho casou-se esta mudando de país, levando seu netinho pra longe, e ainda tem que conviver com a impunidade do assassinato da sua filha, ela acredita piamente que o assassino convive com ela diariamente.

Bom com toda essa galera, todas essas historias paralelas Cecilia finalmente decide abrir a carta e ler seu conteúdo ( meu tablete acabou a bateria bem na hora em que ela abre a carta, que raivaaaaaaaaaa... :(    ) , e é ai que toda a historia vai se amarrando direitinho, o porque de todos esse personagens estarem juntos, e principalmente o porque dessa historia tão rica em detalhes que me fez ficar meio com o saco cheio no começo, mas que me surpreendeu positivamente no final das contas.

E o melhor de tudo ainda estava por vir, com o Epílogo, acho que o livro acabou no momento certo, e o epílogo deixa tudo muito claro do porque tudo teve que acontecer desse jeito, ou como seria se tudo tivesse sido diferente. A única coisa que não gostei nadica de nada foi o que Tess fez com Connor, coitado, já tão sofrido e ela meio que brincou com os sentimentos dele, mas também, não se pode ter tudo nem na fantasia literária né.

Pois no final das contas, eu acabei tendo um saldo positivo, o livro não tem nada de hot, como os que estou acostumada a devorar, mas como sempre me permito ler de tudo, esse foi uma grata surpresa e muito recomendado pra quem tiver interesse, e pensando bem acho que realmente gostei !!!!!!


 
Sinopse - por www.skoob.com.br
 
Ela virou o envelope. Estava lacrado com um pedaço de fita adesiva amarelada. Quando a carta tinha sido escrita? Parecia velha, como se tivesse sido anos antes, mas não havia como saber ao certo. Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta que deve ser aberta apenas quando ele morrer. Imagine também que essa carta revela seu pior e mais profundo segredo - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você encontra essa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo... Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar da pequena comunidade em que vive, uma esposa e mãe dedicada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia - ou uma à outra -, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela. Um romance emocionante, O Segredo do Meu Marido é um livro que nos convida a refletir até onde conhecemos nossos companheiros - e, em última instância, a nós mesmos.