Seguidores

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Surpresa Irresistível - ( Serie Cretino Irresistível #4 ) - Christina Lauren

Essa série é incrível ne gente. Adoro essas mocinhas fortes, cheias de atitude. Os caras tomados pela testosterona mas tão protetores com suas mulheres.

Tava com saudades de ler essa série, porque as autoras são muito boas, e uma das coisas que mais amo nas historias delas, é essa forma como elas escrevem a vida de cada personagem. Essa historia de um capitulo ser narrado por um, e outro ser narrado pelo outro me encanta demais. E o carinho da Universo dos Livros em mudar a fonte quando muda quem ta narrando me deixa com mais vontade ainda de ler, e reler e reler.

Aqui conhecemos Niall Stella, simmm o irmão deprimido do Max que num dos livros ele aparece todo tristinho porque esta se divorciando de sua esposa ( que aqui pra nós é chata, é egoista, eeeee, perdeu playboy e inteligente e amoroso marido rrss ). Niall é apaixonante. É inteligente, dedicado ao trabalho, focado, mas muito, muito inseguro com seus sentimentos. Na verdade ele é um homão, grandão, mas que nas emoções parece uma mocinha inexperiente e insegura.

¨Estagiária gostosa. Chefe em negação. Vou escrever um passo a passo para voce não se ferrar no caminho¨ ( Bennett pra Naill - pg 64 (rs)  

Ai vem Ruby Miller, a estagiária descolada, nada sisuda, toda bem resolvida com as emoções, e que põe o mundo de mais um Stella por terra quando, sem medo nenhum ( ou so um pouquinho de medo vai) faz o mundo do Niall desmoronar nas emoções.

¨Se eu pudesse voltar no tempo e dar uns conselhos para a Ruby Adolescente, primeiro eu diria pra ela usar mais protetor solar, mas a segunda coisa mais importante seria ir mais devagar a aproveitar todas as primeiras vezes. Aproveitas a expectativa... ¨ 
( Ruby, pg 189 


Achei tão lindo a inversão de papéis. A geralmente insegura é a mocinha, ela é quem tem duvidas, medo de falar, de se mostrar emocionalmente, por medo de rejeição, mas aqui, ele é quem é o medroso, ele é o imaturo, ele é o cheio de inseguranças e duvidas, e isso tornou o livro lindo. Não conseguia parar de ler, porque alem de apaixonada, Ruby é divertida, tem senso de humor, presença de espírito ( coisa que eu não tenho, sou mau humorada ate demais viu gente kkkk ), mas adoroooo mulheres com muito senso de humor.

¨ E um segundo pensamento me ocorreu, com uma única pontada em meu coração, quando percebi que se o afeto de Ruby algum dia se esfriasse, isso me destruiria ¨ ( Naill, pg 232 ) ❤


E justamente esse jeito doidinho porem centrado de Ruby que faz Naill cair de amores por ela, mesmo que internamente, ele lute com todas as suas forças pra que isso não aconteça.

Adorei de verdade Niall e Ruby, assim como gosto muito do Max e da Sara, do Will e da Hannah, mas meus preferidos sempre serão Bennett e Chloe. E nesse livro matamos um pouquinho as saudades deles. Me deu ate vontade de ler de novo o Cretino e sua Estagiária.

Agora preciso ler Irresistíveis pra finalizar essa serie que eu amo de paixão, pra depois começar a ler tudo de novo rrss



Sinopse : www.skoob.com.br 

Um executivo britânico certinho. Uma estagiária americana sensual. E um sexy escândalo internacional no escritório. Christina Hobbs e Lauren Billings, conhecidas pelo pseudônimo de Christina Lauren, causaram grande impacto com seu Cretino irresistível, o primeiro volume da série. O livro entrou nas listas de best-sellers do USA Today e do The New York Times, e em sua primeira semana alcançou as listas de mais vendidos do Brasil. 

Ruby Miller fica em choque quando recebe a notícia de que vai representar seu escritório de Londres em uma conferência de um mês em Nova York. Isto porque ela não estará sozinha: terá a companhia de Niall Stella, simplesmente o vice-presidente de sua empresa e — há meses — a paixonite secreta da bela estagiária californiana. Niall nunca havia reparado em Ruby até os dois começarem a flertar no voo para os Estados Unidos. O lindo britânico definitivamente não é um cara que toma a dianteira na conquista, porém os dois terão o mês inteiro em Nova York para se conhecerem sem pressa. Ruby usará de todas as armas de sedução para desarmar as barreiras de Niall e viver fantasias arrebatadoras com seu affair secreto. Aproveite e mate a saudade de outros personagens da série Cretino irresistível, como Chloe, Bennett, Will e Max Stella.

domingo, 18 de junho de 2017

O Segredo Mais Sombrio #7 ( Senhores do Submundo ) - Gena Showalter

Mais um livro da Serie dos Senhores do Submundo finalizada. Essa série é uma delicia de ler. Apesar de toda a, as vezes, confusa historia dos Deuses e Demônios, Anjos ela é muito boa pra se ler. Gena consegue escrever o seu ¨universo paralelo ¨com céu, inferno e tudo o que é preciso pra fazer dessa série tão boa quanto é.

Aqui conhecemos a historia de Amun, detentor do Demônio dos Segredos e Haidee, que é uma caçadora, mas depois descobrimos que abriga um pedacinho do Demônio do Ódio, e que depois vira só amor kkkk, confuso?, claro que é, porque no livro A Mentira Mais Sombria, temos a nítida impressão que Haidee vai se enroscar é com Strider, tanto ódio e disputa envolvida, mas com  a passagem dos capítulos, o envolvimento de Haidee e Amun é mais do que perfeito.

Nada é favorável pra eles 2, Haidee é inimiga dos Senhores, mas Amun não esta nada bem por conta de sua ida ao inferno pra salvar Legion, e depois de ter absorvido pra si muitos dos pensamentos dos demônios abrigados no inferno, o seu próprio esta precisando de uma ajudinha pra se libertar, porque o negocio ta difícil rs. E quem pode salva-lo é justamente a sua inimiga e inimiga de seus amigos. Manter Haidee perto de Amum é que faz com que ele se acalme, não sinta as dores que ele sente todos os dias, e ela faz com que Segredos fique calmo.

Um dos anjos, muito sabido rs, coloca Haidee e Amun numa situação que os faz serem obrigados a passarem muito tempo juntos e criarem uma relação de confiança para que Haidee consiga salvar Amun. O que o anjo não imaginava era que eles se apaixonariam perdidamente um pelo outro. O amor cairia como uma avalanche no coração de cada um deles. Amun passa a amar tão intensamente Haidee, que tudo o que ele mais deseja é te-la pra si, pra amar, cuidar e proteger, e aos poucos ela tambem vai se entregando à esse sentimento por ele. Tão lindo, e apesar de Amun não falar uma palavra, Haidee é perfeita pra ele, porque o entende como ninguém.  Sofri com ele, quando ele finalmente resolve falar, ele está tão quebrado tadinho, que da pra sofrer com ele viu.

Mas como sempre Gena faz desses finais uma coisa tão linda, quente e romântica que vale ler o sofrimento desses guerreiros tão cheios de amor pra dar viu. E Amun é quente, é cheio de paixão, então ele merece viver intensamente esse amor com sua linda Haidee.

Agora vou conhecer Strider que vai se enrabichar pela Harpia, Kaya, pensa no que vai ser a vida dele. Mas quero mesmo é o livro do Paris, não vejo a hora de ler o livro dele e saber o que se passará na vida do promiscuo apaixonado pela sua Sienna (rs)


Essas série é assim :
  • 00 - Fogo mais sombrio - Geryon e Kadence
  • 01 - A Noite mais Sombria - Maddox e Ashlyn 
  • 02 - O Beijo mais Sombrio - Lucien e Anya ( minha mocinha favorita até agora ) 
  • 03 - O Prazer mais Sombrio  - Reyes e Danika 
  • 3.5 - A Prisão mais Sombria - Atlas e Nike 
  • 4.0 - O Sussurro mais Sombrio - Sabin e Gwen 
  • 4.5 -  O Anjo mais Sombrio - Lysander e Bianka 
  • 5.0 - A Paixão mais Sombria - Aeron e Olivia 
  • 6.0 - A Mentira mais Sombria - Gideon e Scarlet 
  • 7.0 - O Segredo mais Sombrio - Amun e Haidee 




Sinopse : www.skoob.com.br 

Como podia odiar o homem que a fazia arder com as suas carícias?

Amun, o imortal guardião do demônio dos Segredos, podia manipular os pensamentos mais obscuros de quem o rodeava. Por isso teve de ser encarcerado e isolado para segurança daqueles de quem gostava. Então, a sua única esperança de libertação passou a ser a morte. Até que conheceu Haidee, uma prisioneira como ele, cuja beleza e vulnerabilidade oculta o obrigaram a passar uma prova de lealdade aos seus amigos… Haidee era uma assassina de demônios que fora educada para desprezar a raça de Amun. Para o salvar, devia entregar-se de corpo e alma… e enfrentar a raiva de um poderoso adversário que jurara destrui-la.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Depois de Voce - Jojo Moyes

¨Não pense muito em mim...
Apenas viva bem, 
Apenas viva ¨ 


Eu estava muito, muito relutante em ler esse livro, tanto que torci o nariz logo no seu lançamento, demorei pra comprar o de papel, e, em fevereiro finalmente quando o adicionei aos livros que leria futuramente, ele ficou por ultimo na pilha a ser lido. Mas algumas amigas de um grupo de leitura combinaram de ler todas juntas, eu topei. E agora de manha, quando finalizei a leitura, me peguei pensando. Por que eu demorei tanto pra ler e sentir todas as emoções que a Jojo sempre nos proporciona? Ai depois respondi, sorte que eu demorei pra ler, porque tenho certeza que se eu tivesse lido logo na sequencia do lançamento ou quando finalizei o Como eu Era, teria ficando com uma sensação de que não deveria ter lido, ou que não ia gostar.

Jojo é tão mestra no que faz, e faz tão bem, que consegui me apaixonar de novo pela Lou, sem deixar de amar o casal Will e Lou, mas torcendo muito pra Lou se dar muito bem depois de todo o sofrimento que ela passou com Will.

Quando comecei a ler, não conseguia imaginar a Louisa da Emilia Clarke, tão colorida, tão viva, tão solar, usando camiseta cinza e calça jeans basica, de olhos inchados, sofrendo, chorando e vendo sua vida total e completamente morosa depois de tudo o que ela viveu enquanto Will estava com ela. Então tive que limpar minha mente da imagem da atriz pra poder conseguir entrar na historia e sentir todo o sofrimento do luto de Lou. E esse mergulho foi espetacular.

Sofri tanto com ela, com todos os acontecimentos, com o quanto ela e a familia do Will ficou destruída com a  decisão que o Will tomou depois do acidente que o deixou tetraplégico. Lou ta de luto, nada na sua vida esta do jeito que ela achou que seria. Sua vida, assim como suas roupas, perderam a cor, o brilho, e nem tendo passado alguns meses viajando, nada tem mais graça na sua vida. Apesar dela dizer que não, todos as seu redor dizem que ela está deprimida, e, ao longo da narrativa a gente percebe que ela ta triste, muito triste, sentindo muita falta do homem que ela verdadeiramente amou, de que ela podia ser com ele. Seus pais estão na sua cidade natal, sua irmã ( que o livro todo é chata pra burro, critica a Lou o tempo todo, o que pra mim beira ate uma inveja da Lou, tudo bem que no final Treena vai melhorando muito, mas ainda acho que ela tem uma certa invejinha de tudo que a irmã teve sem o que, pra ela, fazer nenhum esforço.

¨O percurso para sair do luto nunca era direto. Haverá dias bons e dias ruins¨
( Marc ) 

Queria escrever muita coisa nessa resenha, muitos fatos, muitos acontecimentos que a Jojo, brilhantemente colocou nessa linda historia. Mas eu daria um spoiller tão gigante, que perderia total e completamente a graça. Eu adoro spoiller, mas confesso que tem algumas leituras que é bom iniciar totalmente no escuro, sem saber de nada.

Algumas coisas posso dizer sem revelar muito.

Lilly me tirou do sério quase que o livro inteiro. Menina chata, delinquente e Lou fez tanto por ela e ela foi uma baita ingrata, pelo menos a maior parte do tempo, depois ate gostei dela. O sofrimento dela, pelo que ela estava passando com a chantagem, tudo na vida da Lilly dando errado, Lou se abrindo com ela, pra faze-la entender que Lou poderia ser  amiga que ela precisava me fez tem um pouquinho mais de simpatia pela Lilly, mesmo achando ela chata a maior parte do tempo.

Treena se tornou a irmã mais velha mala, como nada na vida dela da certo, ou é do jeito que ela pensou que fosse, ela critica tudo o que Lou faz.

A mãe dela é a comédia do livro, se rebelando contra o pai, tomando rédia das proprias atitudes, eu ri em muitos momentos com Josi.

E o pai dela, que pai amigo, fofo, parceiro. Mas o coitado sofre na mão da Josi rrss, dei muita risada com eles Josi e Bernard.

Os pais do Will encararam o luto cada um a sua maneira, mas mãe sempre sofre muito mais ne gente, coitada da Camilla. Agora eu chorei com a Sra Trainor se abrindo pra Lilly e Lou, pedindo desculpas, se justificando porque hoje ela é assim. Dor pura e na veia.

Os novos amigos da Lou, do grupo de terapia, é uma comedia, apesar de todos passarem pela mesma dor, cada um encara de uma forma, e reage de uma maneira ao sofrimento pelo qual estão passando.

E Sam, ahhhhhh Sam, meu coração ficou tão cheio de amor por esse personagem que cada virada de página que eu ia avançando rumo ao final, me deixava com o coração apertado por saber que não leria mais nada sobre Sam. E por causa disso, não vejo a hora do terceiro livro sair rrss ( pra quem não queria nem o segundo , ja ta doida pelo terceiro. rrss )

Eu nunca perdi alguem tão proximo assim, so minha avõ que faleceu ja tem um bom tempo, mas não faço ideia do que é sentir essa dor pela perda, pela ausência de alguem que a gente ama tanto que a dor é palpável, não só emocional, aquela dor que nos desanima, que nos deixa sem vontade de fazer nada, so de cair no poço fundo do sofrimento. Mas Jojo nos contou aqui que  o luto é necessário pra todas as situações, mas que tambem é possível sair dele, a dor e a saudade estarão sempre lá, mas que a vida continua, quem vai não podemos fazer nada pra mudar, mas a gente que ficou precisa viver, seguir adiante. Mas quando é esse adiante? Não sabemos, cada um terá seu tempo de seguir em frente, respeitar é primordial, e uma hora, cedo ou tarde, vai virar a chavinha e a gente vai saber que a hora de seguir em frente chegou.

¨As vezes Louisa, seguir em frente significa que temos que nos proteger¨( Marc ) 


Algumas autoras são tão boas que nos surpreendem com historias que, mesmo sendo desnecessarias passam a ser importantes e necessárias sim. Se esse livro não existisse, não faria diferença no contexto do Como eu Era, mas ele existe, ta aqui, e que bom, porque Louisa Clarke merece um livro que fale sobre ela e só dela. Ela se torna quase real gente, tamanho talento da Jojo e encantamento da Lou.

Eu amei, amei, amei esse livro. Agora ja vou contar os minutos pra 2018 chegar e poder ler a continuação da vida de Lou

Sinopse : www.skoob.com 

Quando uma história termina, outra tem que começar.

Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes.
Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.
Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

sábado, 10 de junho de 2017

Passeio à Livraria Cultura Av Paulista - SP














Gentesssssss.... um absurdo...kkkk

Pessoa aqui nasceu, cresceu, vive em São Paulo, é leitora voraz e nunca nunquinha tinha visitado esse paraíso pros amantes de livros como euzinha.

Era um sonho conhecer a Livraria Cultura ( gente de metrô da minha casa dá um pouco mais de 1 hora e eu nuncaaaaaa fui, ou tinha ido, ate hoje ne rrss ). Que lugar incrível, calmo, cheio de coisas lindas, cheio de novidades em todas as áreas da literatura. As horas passam e a gente não percebe a quanto tempo ta la dentro.



















E Hoje, foi tarde de autógrafos com a Mila Wander, como lançamento do seu Livro Meu Maior Presente, e eu tava la, na fila pra fazer tudo o que uma boa fã tem que fazer rrss.







Aqui minhas comprinhas da vez, completando coleções, adquirindo livros fisicos depois de me apaixonar pelo ebook, novas aquisições por indicações ;) 




Agora que fui a primeira vez, ja to contando os minutos pras próximas visitas. Ai penso muito naquela musica do Djavan... ¨Um dia frio, um bom lugar pra ler um livro ¨, ... vai pra Cultura 😉


quinta-feira, 8 de junho de 2017

Novembro 9 - Colleen Hoover

¨Quando voce encontrar o amor, deve agarra-lo. Voce o agarra com as mãos e faz o possível para não soltar. Não pode simplesmente se afastar dele e esperar que dure ate que voce esteja preparada.¨( Ben) 


Pensem num livro lindo.... Cheio de emoção.... Lagrimas um pouco contidas, porem presente.
Pensem numa linda historia de amor. Com um bocado de dor, mas uma dor que traz uma redenção,um aprendizado. Um perdão pra si e pro outro. Pensem em tudo isso e juntem em 300 e poucas páginas... Esse é Novembro 9.... Que livro lindo.... que historia linda. Colleen arrasou em mais uma historia.

Fiquei com tanta dó de finalizar esse livro. Do mesmo jeito que estava louca pra saber o final, tava com pena de ler a última palavra do livro, porque ele é tão lindo, tão apaixonante, que só o que eu queria era saber se teria um final feliz, se Fallon e Ben finalmente iriam encontrar o seu felizes para sempre.

Dia 9 de Novembro Fallon passou pelo pior dia de sua vida, um incêndio na casa do seu pai quase a matou, ela não morreu mas ficou com o corpo marcado para sempre. Com as marcas externas, vieram também as marcas internas. Falta de confiança, o fim de uma carreira promissora, nenhum namorado,  um pai que depois de ser um astro de Hollywood, ainda acha que ser famoso é importante. E é justamente numa ¨interação¨com o pai que ela conhece Ben. E tudo começa tão perfeito, apesar de inesperado que o fato deles estarem interagindo sem nunca terem se visto fazem disso o mais lindos dos casos de namoro instantâneo.

Num primeiro momento Fallon se surpreende por um cara do qual ela jamais viu na vida defende-la dos insultos do pai, mas ao longo de menos de 24 horas eles descobrem que bom humor, tiradas inteligentes, pode ser tão divertido como se eles se conhecessem ha tempos. Mas Fallon esta indo embora pra Nova York, e mesmo Ben não querendo se despedir dela, eles se despedem e combinam de se encontrar no ano seguinte, no mesmo dia, no mesmo horário e no mesmo lugar, pelos próximos 5 anos, porque Fallon so namora e se apaixona depois dos 23 anos ( de acordo com sua mãe essa é a idade ideal pra se apaixonar, e não aos 18 ). Então ano após ano ela e Ben se encontram depois de terem cumprido algumas regras impostas por eles. Mas claro que isso não é tão simples quanto parece. Muitas coisas acontecem a cada ano, inclusive eles se apaixonarem, claro.

Mas Ben é escritor, ou aspirante a escritor, então ele se propõe a escrever a ¨historia deles¨, desses encontros, dos acontecimentos e eventos que eles viverão a cada ano. Só que ele nunca fala sobre isso, e no dia que Fallon encontra o manuscrito e começa a ler, seu mundo entra em ruínas, ruínas piores do que as que o incêndio causou. E tudo muda, e o sofrimento da leitora que vos escreve so cresce, porque o livro vai chegando ao fim e nada, absolutamente nada é esclarecido ... ai tristeza.

Mas Colleen é tão mestra, que quando o sexto 9 de novembro começa, tudo está tão desmoronado pra Fallon e Ben, e ai vem mais ruínas, vem muitas lágrimas, e como a mãe de Fallon diz, Ben enxergou e aceitou e amou as cicatrizes dela, agora é a vez dela aceitar, enxergar e se ela se achar capaz, tambem amar as cicatrizes que Ben tem... e C ara ai eu chorei. mas chorei muito com Ben se abrindo pra Fallon.

¨Ela ¨me amou¨ entre aspas
Ela me beijou em negrito 
TENTEI SEGURA-LA em maiúsculas 
Ela saiu com uma elipse ... ¨( Benton James Kessler ...ou só Ben ) 

Eu queria ficar horas escrevendo muitos spoillers sobre o que Ben passou, sobre o que Ben viveu, sobre como foi dificil pra ele, e principalmente, sobre como ele estava no fundo do poço e como Fallon o resgatou, o salvou, o amou e fez com que toda a culpa que ele sentia por tudo, toda a infelicidade que por 2 anos ele achou que nunca terminaria, olhar para ela fez dele um homem tão apaixonado, ao ponto de se abrir por ela, pra pedir perdão, pra se redimir e principalmente poder amar e ser amado do jeito que ele nunca achou que poderia.

¨Eu te amo Fallon. Mais do que poesia, mais do que palavras, mais do que música, mais do que seus peitos. Os dois. Faz idéia do quanto isso significa? ¨ 

Lindo, lindo, lindo ❤





¨Desejava me afastar, mas tenho medo, alguma vida, ainda não gasta, pode explodir¨

¨Mesmo que se percam quem Amam, o amor continuarᨠ

( Frases Dylan Thomas... poeta que a mãe do Ben e o Ben citam bastante no livro ) 




Sinopse : www.skoob.com.br 

Autora número 1 da lista do New York Times retorna com uma história de amor inesquecível entre um aspirante a escritor e sua musa improvável.
Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Tudo e Todas as Coisas - Nicola Yoon

¨Pela primeira vez em muito tempo, desejo mais do que aquilo que tenho ¨


Entrei numa fase de ¨ler os livros antes de assistir ¨,  preciso ler A Cabana, Antes que eu Va, e mais alguns, e Tudo e Todas as Coisas estava nessa lista.


¨Tudo vale a pena por amor, tudo!!¨ 


Adorei, leitura rapidinha, bem fofa, e apesar de eu ter acreditado que seria chatinho, não foi. Achei bem legal. Pensei que o final seria uma sofrência só. Acho que tava esperando uma tragédia tipo monstruosa, mas não foi, foi lindo, delicado, e quando li a ultima frase do livro, fiquei me perguntando, mas ja acabou, queria mais, queria mais historia, mais acontecimentos. Mas fechou com chave de ouro a historia de Maddy e Olly.

Maddy tem uma doença onde Tudo e todas as coisas podem mata-la, ela diz que é a doença da criança na bolha. Maddy nunca viu a rua, os germes, o mundo, ela esta presa dentro de casa, onde tudo é limpo, branco, claro, sem nenhuma interferência do mundo externo.

Ate que um garoto muito atraente se muda para a casa ao lado, e muda completamente a vida de Madeleine ou Maddy. Olly faz Maddy querer viver, querer conhecer o que ela nunca pode ver, e traz vida para ela, então ela passa a querer tudo o que ela nunca desejou, ou pensou que desejasse.


¨De uma coisa eu tenho certeza, a vontade só leva a mais vontades. Não ha limite                                                                    para o desejo ¨

As descobertas que ela faz, os sentimentos que nela afloram depois que ela conhece Olly fazem dela uma nova Madeleine, uma Madeleine que ela quer ser de verdade, e que nunca achou que seria.


¨Talvez não possamos prever tudo, mas podemos prever algumas coisas. Por exemplo, com certeza vou me apaixonar pelo Olly. E é quase certo que isso será um desastre¨


A história é de uma delicadeza impar. Mesmo o sofrimento que Olly vive na casa dele com o pai, o sofrimento da mãe e da irmã, fazem dele um cara amoroso, positivo e muito incentivador pra Maddy. No fim das contas um acaba virando um incentivo para o outro. Fazendo com que eles consigam passar pelas provações que a vida joga no colo deles de uma maneira menos sofrida.

E Carla, a enfermeira de Maddy, é uma fofa, uma amiga que todo mundo quer ter na vida.

¨ Voce não esta viva se não tiver arrependimentos ( Carla ) ¨


Agora, fala sério, o que é aquela mãe. Não vou contar o que ela fez, mas vou contar que fiquei com tanta raiva da mãe. Agiu de maneira egoísta, mesquinha, fiquei louca de ódio dela, quis matar ela, juro por Deus. Que ódio da atitude dela, como ela pode fazer o que fez. Nenhum sofrimento justifica a atitude que ela tomou, mesmo com toda a dor da mãe, ela precisava cuidar da dor dela, e não fazer da vida da filha algo tão doloroso.

Tomara que o filme seja tao delicado e lindo como achei o livro. Vamos ver o que vem por ai nas telonas. Estreia em 15 de junho.


¨Talvez não seja possível encontrar o sentido da vida em um único livro, mas se a pessoa ler bastante, ela chega la¨


-------***------

¨A matemática do Olly diz que a gente não pode prever o futuro. Acabei descobrindo que tambem não podemos predizer o passado ¨ 

-------***------

¨O amor torna as pessoas loucas.
A perda do amor torna as pessoas loucas¨ 



Sinopse : www.skoob.com.br 

"Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."



O Trailler do Filme ... fofo 




quinta-feira, 1 de junho de 2017

Morte na Mesopotâmia - Agatha Christie

Mais uma obra da mestra que eu adoro finalizada. Ler Agatha Christie é sempre uma caixinha de surpresas, ou não, para mentes mais racionais, o que não é o caso da minha. Desde a adolescência eu leio os livros dela, e nunca, nunquinha consigo racionalizar suas histórias, nem digo acertar que matou quem, mas eu nunca racionalizo, parto logo pras emoções, então meus tiros sempre saem pela culatra e me vejo numa expectativa enorme pra descobrir a verdade dos fatos, mesmo eu jamaisssss acertando o assassino rrss.

Achei o começo desse livro meio enrolado, e demorei pra ser pega pelo laço por essa historia, mas depois de algumas páginas me vi roendo as unhas para descobrir todos os mistérios e teorias de Hercule Poirot.

Nessa obra ele tem a ajuda de uma enfermeira muito inteligente, esperta e cheia de teorias. Amy é contratada por um arqueólogo para cuidar de sua esposa que anda passando por um momento dificil , de acordo com ele, então ele acha que a ajuda de Amy pode deixa-la menos estressada, menos paranoica.

Louise é uma linda mulher, inteligente, apaixonante, porem dura e as vezes grosseira, apesar de uma grosseria sutil, ela não é muito dada a assuntos banais nem a suposições, mas quando ela começa achar que seu ex marido morto ha mais de 20 anos a esta assombrando sua vida passa a ser cercada de desconfiança, ela fica quase louca, ou de acordo com alguns, ela esta louca. Por isso Amy é contratada. Mas o que Amy não espera é que Louise e assassinada, e o mistério que cerca sua morte é o que faz de mais essa obra uma delicia de leitura.

E quando Poirot entra em cena e começa a investigar as causas e os motivos para Louise seja assassinada, Amy é sua ajudante mais fiel, inteligente e boa observadora. Quando tudo vai sendo revelado, ela fica ate meio brava com Poirot por desconfiar dela tambem, mas faz todo sentido, à medida que os fatos vão sendo evidenciados.

E quando, finalmente a verdade vem a tona, eu, claro, fiquei, ai que droga, não acertei de novo kkkk, e o pior, em nenhum momento pensei que o assassino seria o assassino, como sempre.

Por isso amo leu Agatha Christie, sempre um exercício pro cérebro e pras emoções, confesso que sempre tiro zero nesse exercício proposto pela mestra ta, mas como sou brasileira e nunca desisto (kkk), logo vou partir pra um novo exercício rrss  



Sinopse : www.skoob.com.br

A enfermeira Amy Leatheran é contratada para se juntar a uma expedição arqueológica no Iraque. Mas sua função ali tem bem pouco a ver com ruínas e artefatos: ela deve vigiar de perto a bela Louise Leidner, que está cada vez mais apavorada com a ideia de que talvez seu ex-marido não esteja tão morto quanto acreditava.

Louise pode estar imaginando coisas. Mas o fato é que, uma semana após a chegada da enfermeira, a mulher é encontrada morta no próprio quarto, e agora cabe a Hercule Poirot identificar o assassino. Quem terá sido? Tudo indica que o culpado está entre os membros da equipe de cientistas...