Seguidores

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Willing Captive - Belle Aurora

Apesar de ter achado o começo bem parado, tava curiosa pra saber sobre o amigo do Twitch ( simmmm Nox é citado no Raw. E quando vi que esse livro era dele e da Lily fiquei muito curiosa pra ler.

O livro começa a ficar maravilhoso do meio pro fim, que é quando Nox começa a perder a pose de durão chatonildo e começa realmente a se divertir.

Eu não tinha lido a nota da autora no Skoob, então ja achei que era outro livro dark, porque tem sequestro e cárcere. Mas não é. Não tem sequestro, tem um cárcere, mas é ¨concedido ¨rrss.

Lily e Nox se conhecem porque ele é pago pelo próprio pai dela para protege-la, e como ela é toda bocuda, e quer saber o motivo do cárcere, ela o faz contar o que ele pode pra que ela fique tranquila, e ela fica. Passam-se meses e o pouco contato que ela tem com os pais e a irmã fazem com que Lily aceite cada vez melhor seu novo status de encarcerada, mas como sabe que é pra sua própria proteção, ela ja não se incomoda mais e ate se diverte. O que ela não contava, claro, é que ia se apaixonar pelo seu guardião.

Nox é frio, mas é cuidadoso com ela, e diferente de todos os mocinhos amorosos que tenho lido ultimamente, ele não é quebrado não. Tem uma mãe fofa que o ama. E aos poucos Lily vai ganhando o coração dele, fazendo dele um cara sorridente, cheio de amor pra dar à ela. 

Os capitulos finais são sensacionais... E como eu sabia que ele e Lily apareceriam juntinhos e felizes mais pra frente, eu sabia que o felizes para sempre existiria.

Compre na Amazon 




Sinopse : www.skoob.com.br 

DeLilah “Lily” Flynn tem uma existência monótona. Lily tem vivido por 22 anos. Sua vida chata de repente virou de cabeça para baixo quando ela foi rudemente sequestrada de seu quarto. Ou era isso que ela pensava. Nox Taylor tem um cargo muito alto para ser atribuído a um trabalho de babá. Não há mais nada que ele queira do que completar essa missão para que possa se livrar da espertinha, Lily. Dia após dia, Nox vê Lily e seu jeito estranho. Ela é diferente de qualquer mulher que ele já conheceu. Chegar mais perto da garota era puramente para sua proteção... Certo? Lily nunca imaginou que faria seus primeiros amigos reais em seu cativeiro. Até onde ela chegaria para mantê-los?


Salve-me - Rachel Gibson

Mais uma leitura deliciosa da minha Idala do Chick-Lits Rachel Gibson, e absolutamente tudo que é livro dela me faz ter um amor especial por essa escritora tão incrivel quando falamos de suas historias leves e rápinhas de ler. Como eu sempre digo, a famosa Sessão da Tarde com uma pitada de erotismo. Tudo nos livros dela é na medida certa. Esse, especificamente, achei um bocada fraquinho perto dos outros que ja li dela ( acho que ja li todos, ou quase rrss ), mas é uma delicia de leitura.

Aqui conhecemos a historia  de Sadie e Vince. Vince um ex militar da Marinha americana, e ela uma corretora de imoveis, que precisam voltar a Lovett, no Texas por motivos diferentes. Ele por interesses comerciais e ela por conta de um casamento do qual ela nem gostaria de estar. Mas quando um conhece o outro por causa de uma carona, o fato é que eles percebem que há algo entre eles.

Quando Sadie convida Vince pra ser sua companhia no casamento da tal prima e ele não aceita, ela fica meio puta da vida, mas entende, e o segundo encontro com ele faz com que essa química aflore.

Como esse mocinha ( a Sadie) é mais velha, ela tem 33 anos, o livro não tem aquela coisa de mocinha chata esperando principe encantado. Sadie é divertida, tem senso de humor, sabe levar o que anda rolando com Vince na boa, sem cobrar e ser cobrada de nada.

Ate que um dia a chave muda né gente, claro.

Historinha leve, deliciosa pra passar uma tarde de  domingo. Exatamente como eu fiz rrss.





Sinopse : www.skoob.com.br 


A salvação de Sadie Hollowell e Vince Haven depende de muitos fatores. Ele voltou traumatizado da guerra ao terrorismo no Afeganistão e ela, aos 33 anos, acha ridículo ser convidada para ser dama de honra do casamento de uma prima no interior do Texas, onde nasceu. Ambos estão perdidos, à procura das raízes e de uma identidade que a vida foi esfacelando, e são atormentados por uma atração sexual violenta que demora muito a se transformar em amor e compromisso.
O que se oferece aos leitores é uma história tensa, em que preconceitos e hesitações lutam contra o amor, sem saber qual dos lados terá o triunfo final. Vale a pena ler e torcer por ele.

domingo, 19 de novembro de 2017

Dirty ( #2 Family Raw ) - Belle Aurora

Quando finalizei RAW ( o primeiro livro dessa serie que resenhei AQUI ) fiquei louca da vida com aquele final sem final, como aquilo poderia ter acontecido e a autora simplesmente finalizar o livro.

Só que eu ja sabia que tinha o segundo livro, e ja tava com o ebook no jeito, só que eu achei, a principio, que era mesmo a continuação do livro do Twitch e da Lexie, mas não era. Ou não era 100% sobre eles.

Aqui conhecemos a historia de Julius ( o melhor amigo e irmão por escolha de Twitch) e Alejandra. No começo achei ate que o casalzinho não tinha quimica nenhuma viu gente, mas aos poucos ( e por mérito da autora ) ela fez os dois se encaixarem perfeitamente, e quando o final foi se aproximando e Julius simplesmente ignora o amor que ele sente por ela, comecei a ficar foi puta da vida de imaginar que eles não ficariam juntos.

Com a morte ( ou a suposta morte ) de Twitch, Julius e a vaca da Ling ficam sozinhos no mundo e sofrendo a perda do melhor amigo. Julius segue em frente com seus próprios negócios, e quando ele é contratado por Miguel Castillo para dar cabo do seu cunhado Dino Gambino, porque ele tem certeza de que Dino matou Raul, o outro cunhado de Miguel, por ciume, ja que Raul namorou Alejandra, hoje esposa de Dino. Quando Julius se vê frente a frente com o serviço que ele tem que executar, ele só espera a confirmação de Alejandra de que Dino é o culpado mesmo, e então, sem pestanejar, da cabo da vida do cabra.

A única coisa que ele não poderia imaginar, é que Dino não era, de verdade, o assassino de Raul, então as duas familias começaram a perseguir Alejandra por sua grande e infame mentira. Mas Julius sente que alguma coisa tem nesse mulher, e o que ele faz, ele a encontra antes, a pega pra si, e mesmo sabendo que precisa mata-la, não consegue. E faz o que ele jamais imaginou que seria possivel. Se apaixona perdidamente pela mulher do qual ele sabe que esta com os dias contados.

E durante toda situação de vai não vai, mato não mato, Twitch ( simmmmmmmmmm ele mesmo) esta comendo pelas beiradas pra limpar sua barra e se explicar pro mundo porque ele tomou a decisão que tomou quando se obrigou a forjar sua morte. ( Lexie vai matar ele, certeza absoluta que no livro 3 elevai morrer de verdade kkkkkk . ) 

Gostei muito da forma como a autora faz tudo se ajeitar perfeitamente com os personagens o tempo todo no livro. Como o fato de Alejandra ter agido como uma mulher quebrada mas não 100% fragil o tempo todo fez dela uma personagem cativante. Como Twitch tem total fundamento no seu conceito de desaparecimento, para proteger sua mulher e seu filho que ele ainda nem conheceu.

Agora, de verdade, to rezando pra que a autora mateeeee aquela fdp da Ling, orientalzinha vaca de uma figa. Odeio personagens assim. Duas caras, cobra venenosa, invejosa, amarga, credo. Tomara que ela tenha o fim que merece.

Agora vou roer as unhas pra saber o que vira por ai ( por isso que não gosto de ler series não finalizadas, acabooooooo com as minhas unhas viu gente, de ansiedade rrss)


Compre na Amazon 


Sinopse :

Meu casamento parecia perfeito do lado de fora. As pessoas me invejavam. Elas queriam minha vida, queriam ser eu... Sra Alejandra Gambino. Esposa de Dino Gambino. Filha de Eduardo Castillo. Respeitada. Amada. Realeza da Mafia. Elas não tinham ideia dos horrores que espreitavam por trás das portas fechadas.  Elas não sabiam que eu estava no ponto mais baixo que uma pessoa poderia alcançar.
Introduza Julius Carter.
Arisco, bonito, olhos azuis. Ele me salvou. Agora todo mundo esta atras de mim. Minha vida esta perdida.
Era apenas uma questão de tempo. Eu era uma mulher morta ainda caminhando.
A questão era...quem iria me capturar primeiro ??

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Tesouro e Sedução - J.R.Ward

To tão fascinada pelos livros da Ward ( A Irmandade da Adaga Negra quero dizer ne gente), que fui atras de outros títulos dela. Aqui ela se apresenta como Jessica Bird e seus romances florzinha, que é exatamente o que esse livro é. Um romance florzinha apimentado. Uma delícia de leitura.

O começo achei meio enroladão, mas do terceiro capítulo em diante, a leitura flui bem, da pra ler rapidinho e principalmente, da pra ler entre um livro pesado e outro, como eu sempre digo. Eu adoro livros com temas pesados, darks, biografias ( que nem sempre são lindas ), e esse tipo de leitura suga muito minhas emoções, então ler livros como Tesouro e Sedução depois de uma leitura puxada dessas que mencionei, faz uma diferença danada nas emoções dessa leitora que vos escreve. E, como não consigo parar de ler, pra dar uma respirada entre um livro e outro ( afinal a fila é imensaaa), eu leio livros de romance tipo sessão da tarde sabe gente. Esse tem uma pitadinha de erotismo, mas nada comparado à Irmandade ta, que fique bem claro. 

Aqui conhecemos a historia de Carter e Nick. Ela uma arqueóloga muito renomada e reconhecida na sua área, e ele um grande ¨Lobo de Wall Street ¨rs. Dono do seu próprio mundo, Nick alem de um ogro grosseirão, é muitooo rico ( aqui virei os olhos pq vi que vinha mais um clichê, homem rico e moça pobre ), mas Carter não é a moça bobinha ( afinal as mocinhas da Ward não são bobinhas ne ), determinada, decidida, dona do seu mundo tambem, mas sem a arrogância do ricaço em questão. Teimosa sim, mas arrogante nunca.

Em busca de escavar a historia do estado em que vivem, Carter vai até a casa do  Nick Boss pedir autorização pra escavar e explorar sua propriedade. Claroooo que o ogrão diz um NÃO bem grande nas venta da dita, e ela muito p da vida, volta pra casa com o rabo no meio das pernas. Massssss o homi fica mexido com a petulância da cidadã de adentrar sua casa e encara-lo sem nenhum pudor, e unido ao fato de que ele gosta de manipular à tudo e à todos, ele entra em contato com Carter e cede à arqueóloga, permite que ela trabalhe sim na sua propriedade.

Claro que o que ele não contava, era que ia encontrar uma mulher que o deixava louco em todos os sentidos, e ele é que se vê incapaz de ficar longe dela. Achei que Carter fez muito cú doce viu gente, de verdade, mas dentro do contexto da história ate que valeu.

Como eu ja disse, livrinho bem fofo pra passar o tempo mesmo, e sendo Ward a autora a gente imagina que a historia terá historia ( ela é mestra em criar várias ao mesmo tempo) e que no desfecho sairá tudo bem encaixadinho



Sinopse : www.skoob.com.br 

Ela é obcecada em desenterrar segredos do passado, mas o que descobrirá é mais valioso que ouro... A arqueóloga Carter Wessex é atraída para a Montanha Farrell com o objetivo de resolver um mistério secular, e acaba encontrando uma preciosa ossada. Mas uma coisa está em seu caminho: Nick Farrell, um sexy empresário que não tem paciência com os invasores de suas terras. Carter abandona o projeto... mas Nick continua sua perseguição. Carter logo é tragada para o mistério e para os braços de um homem que ela jurou nunca se apaixonar. Até que os segredos do ouro desaparecido se revelam, assim como os verdadeiros motivos de Nick. Será que tudo o que se passou entre eles foi apenas parte do plano? Quantos segredos mais ele escondeu dela?

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Por Lugares Incríveis - Jennifer Niven

¨O que percebo agora é que o que importa não é o que a gente leva, mas o que a gente deixa ¨( Violet  )

É por livros como esse que eu gosto de ler spoiller viu gente ... Oh derrota nas emoções que essas autoras nos proporcionam. Ta, se eu tivesse lido spoiller não me sentiria assim como to me sentindo agora que acabei o livro, mas pelo menos estaria mais preparada sabe, porque chorei, mas chorei, mas chorei tanto de uma certa parte pro fim desse livro, que me xinguei por não ter lido muitos, mas muitos spoillers.

Com a febre que aconteceu com o lançamento do livro e da série 13 Porquês ( que resenhei AQUI ) fiquei mais interessada sobre o tema suicídio de adolescentes, bulling, e acabei selecionando alguns livros que quero ler. Esse aqui estava na fila há um tempo, mas acabava pulando e pulando a vez dele, mas enfim chegou sua vez.

A historia do adorável Theodore Finch começa quando ele esta no alto de uma torre, no colégio onde estuda, pensando em como fazer pra pular dali e acabar com sua vida, ate que ele se vira e vê Violet Markey. E ai essa viagem linda e sofrida começa.

Quando Finch impede que Violet pule ele passa a ¨persegui-la¨, mas não no sentido ruim, e, melhor do que ninguem sabe o que aquela linda menina sente por querer acabar com sua própria vida, ele tambem se sente assim. Mas de uma maneira quase heroica ele começa a fazer Violet entender e enxergar o quanto ela precisa reagir aos trágico acidente que ela sofreu onde perdeu sua irmã mais velha. De uma certa maneira, ele ajudando ela esta se ajudando tambem. O que ambos não contavam era que um se apaixonaria perdidamente pelo outro  ( ta eles e a gente sabe disso, mas ninguem conta rrss ).

Finch resolve escolher Violet como parceira de um projeto pras aulas de geografia do colégio, na verdade ele não dá escolha pra ela, escolhe-a e pronto, e mesmo com ela relutando eles iniciam o projeto, que é conhecer e explorar os pontos turisticos da cidade onde moram. Nessas andanças Finch descobre que pode ser ele mesmo com Violet, descobre que, apesar de toda angustia que ele tem dentro dele, toda escuridão que o permeia, fica clara, fica lucida quando ela esta por perto. E mesmo que ele não consiga sair do buraco negro do qual sua vida esta dentro,( nesse livro descobrimos que todos temos um buraco negro de de nos gente, mas temos a escolha de ficar la ou querer sair )  ele faz o que pode e o que não pode para fazer Violet florescer de novo.

Finch tem pais extremamente ¨nem ai¨, a mãe ta preocupada só com os problemas dela, o pai é um idiota egoista e egocêntrico, que largou a mãe de Finch e suas 2 irmãs. E quanto ele  conhece os pais de Violet, ele quer muito que seus pais sejam como os dela, mas infelizmente nem tudo é como a gente deseja ne. Violet vai aprendendo a conhecer, a entender e a amar esse menino estranho, que na escola é chamado de aberração ( coitado gente, quis morrer com os idiotas xingando ele assim ).

Aiiiiiiiiii, quando voce pensa que tudo esta se encaixando perfeitamente, quando voce esta perdidamente apaixonada por Finch e Violet, quando seu coração ta transbordando de emoção pelo que um tem feito pelo outro, a gente toma uma porrada, mas uma porrada que olha, chorei , mas chorei que xinguei a autora gente, juro por Deus. Queria tanto, mas tanto parar de ler, porque as lágrimas me deixaram emocionadas, mas com raiva tambem. E ai novos acontecimentos vem e vão acalmando o coração dessa emocional leitora, mas ainda não me recuperei do que li, ainda não consigo acreditar no sofrimento de Finch e Violet sofreram e sofrem, e que acima de tudo, ADOREI ler algo quase real, e aprender mais um pouco sobre a cabeça dos jovens, porque no mundo de hoje eles nos passam a perna, muito mais do que a minha geração passava a perna nos nossos pais.

E pra derrotar a leitora chorona, a Nota da Autora me fez entender mais ainda o que permeia a vida de Finch ( eu ja tinha entendido, ate pelo fato de ja ter lido outros livros com o mesma transtorno) mas a clareza e os dados que ela nos apresenta, falando sobre ela, Jennifer, sobre Finch e Violet me fez derramar mais um cadinho de lágrimas.

E, apesar de todas as emoções que senti, e que como sempre digo, sorte que sou leitora e não escritora, porque minhas historias teriam 2 capitulos felizes e só, kkkk, achei esse livro espetacular.
Me apaixonei perdidamente pelo Finch, seu bom humor, seu amor por Violet, o que ele faz pra ela, por ela, e a forma como ele ensina à ela que ela é luz, que seu brilho nunca pode ser apagado, que ela precisa se expressar pra mostrar suas emoções, mesmo que ele mesmo não consiga enxergar as suas próprias.

A unica coisa que senti falta, foi dela explorar mais o Finch como ser humano, falar sobre as emoções dele, e fiquei muitooooo curiosa pra saber sobre a bendita cicatriz que ele tem.

Enfim gente, divagar, divagar nunca vai chegar ao ponto onde eu quero, que é voltar pra história e reescreve-la, só pra ter mais um gostinho do Finch.

Adorei , apesar de todo chororô !!!❤



Sinopse : www.skoob.com.br 

Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.

Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

sábado, 11 de novembro de 2017

Raw - Belle Aurora

Eu adoro, adoro, adoroooo ler livros darks, muita gente não entende esse gênero de leitura, ms quando voce lê o primeiro e se apaixona, não precisa entender, basta ter em mente que ficção é ficção, realidade é realidade, e que, acima de tudo, o fato de a gente gostar desses homens sombrios, dessas historias onde sempre tem muita violência, seja fisica ou psicológica, não quer dizer em absoluto que estamos fazendo apologias à essas merdas.

O que mais me encanta nessas leituras é que, geralmente, os caras são uns nojentos, muito, muito muito podres mesmo, com um coração e um espírito negro, mas quando eles acham a mulher certa, todo esse pretume que os permeia vira um mundo quase cor de rosa kkkk...

Geralmente eles tem o coração mais machucado e mais cheio de amor pra dar no mundo, e assim como em todos os outros livros desse tipo, Raw não é diferente. Esse livro me lembrou muito DEBT ( da autora Nina Jones, que tem resenha AQUI), que tem a mesma pegada.

Aqui conhecemos Lex e Twitch. Ela uma assistente social que ama o que faz, e ele...o perseguidor... Sim ele a persegue em silêncio, mas ela sabe, ela sente, e no fim das contas, ela adora. Ate que numa determinada situação seu perseguidor a salva e à partir dali tudo muda. Mas T. é um cara muito muito quebrado, e como toda boa mulher, que acha que pode sempreeeeee consertar um homem, Lex cai de cabeça e decide que vale a pena se arriscar por um homem feito ele.

Livros darks nos deixam à beira do amor e do ódio gente, juro, porque do mesmo jeito que a gente vê o cara sentindo muito, muito amor pela sua ¨presa¨ ele tem umas atitudes tão nojentas e odiosas, ai eu fico me perguntando se eu tenho mais raiva dele que faz aquilo, ou dela que se sujeita. Twitch não se rotula um dominador, alás ele odeia rótulos, mas ele gosta sim de um sexo onde ele comanda, ele exige, ele escolhe e ele decide absolutamente tudo, e Lex sabe que não é isso que ela quer e está acostumada, mas ela está tão loucamente envolvida por ele, que nem se importa em ceder às vontades do doidão.

Fiquei um pouco decepcionada quando descobri sua condição financeira ( eu preferia que ele fosse o que Lex imaginava que ele fosse, e não o que ele realmente é... tem que ler pra saber, nadica de nada de spoiller kkkk) 

Agora, fala sério, Belle Aurora minha filha ....CADE O CATANO DO FINAL ????? Sofri feito uma gazela lendo a historia deles, sofri demais quando Twitch age feito um FDP com a Lex no ultimo capítulo, ai vem aquele epílogo e eu fico ahhhhhhhhh, como assimmmmmmm???? Faltou mais uns 10 capítulos pra essa historia ter realmente um final, e dona autora ja finalizou ... pode não mulher.

No site da  Amazon ta  dizendo que tem o livro 2, vamos ver se é com o mesmo casal, com casal diferente, o que vem em Dirty.

Compre na Amazon 




SINOPSE : http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/2015/02/resenha-booktrailer-raw.html#axzz4y92rplNP

Crescendo do jeito que eu cresci, você pensaria que eu seria mais louca do que realmente sou. Logo que fiz 16 anos, coloquei os pés na estrada, chamei de casa e busquei minhas chances na rua. Melhor decisão que já tomei. Agora, com a idade de vinte e seis, sou educada, independente e muito boa no que faço. Meus amigos se tornaram minha família. Como eu, eles sabem o que é crescer sem ser amado. Mas o ditado é verdadeiro. O mundo abre caminho para aqueles que sabem onde estão indo. Essa sou eu. Eu sei onde eu vou e eu vou chegar lá eventualmente. Do meu jeito e no meu próprio ritmo. Mas depois há ele. Sinto seus olhos em mim. Eu o vejo se escondendo em plena vista. Ele me observa. Ele me faz sentir. Não é convencional. Mas é real. Tenho certeza que você está se perguntando como uma pessoa se apaixona pelo seu perseguidor. Assim como eu. Isto não é uma história. Isto é a minha vida.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

A Casa das Orquideas - Lucinda Riley

¨Toda casa tem seus segredos, e todo amor, seu preço ¨

Há tempos eu estava me programando pra ler esse livro. Uma amiga sempre me dizia, Ana leia algum livro da Lucinda, voce vai amar, a escrita dela, a forma como ela amarra toda a historia, que com muita riqueza de detalhes, tudo se encaixa perfeitamente.

Eu já sabia de tudo isso, mas ainda assim, quando li a última pagina desse livro MARAVILHOSO, fiquei com os olhos cheios de lágrimas, o coração transbordando de emoção, e mesmo que em determinado momento minha vontade foi de parar de ler, porque eu achava que o final da historia não seria a maravilha que foi ( sorte que não larguei, porque ficou exatamente como eu desejei que fosse rrss ).

Demorei mais que o habitual pra ler um livro de 500 paginas, mas não porque a leitura é morosa, ou chata, de jeito nenhum, a riqueza de detalhes, as informações que os acontecimentos nos revelam, indo do presente pro passado, e o que é melhor, um passado não muito distante, quase real sabe, faz dessa obra algo que voce quase pode pegar, imaginar aquela mansão maravilhosa,  sentir cheiro de Jasmin, de orquídeas, de uma estufa repleta de flores coloridas e exalando seus deliciosos perfumes. A cada novo capitulo eu me sentia mais e mais na Inglaterra fria, tanto no começo dos anos 40, quando Wharton Park viveu seu auge, como nos dias atuais, onde ela já não tem mais a beleza fisica de antes, mas que carrega uma historia de amor, dor, perdas e recomeço incríveis.

Os personagens são fantásticos.  Bill e Elsie me fizeram suspirar a cada nova aparição. Harry e Olivia me fizeram torcer por eles, ate Harry não ficar mais tão legal assim, achei ele odioso na segunda parte do livro (sem detalhes, olha o spoiller kkkk ), ai veio Lidia, a doce tailandesa Lidia, quanta dor, quanto sofrimento, e quanta força. E então tem Julia, Kit, Alicia e tudo que parece que vai ficar absolutamente perdido, se encaixa, como um quebra-cabeça, de muitas peças, mas que cada uma estando em seu devido lugar, tornará a vida de cada um deles, tão bela e florida como uma Orquidea.

Eu poderia ficar horas escrevendo aqui, mas vou poupa-los de tantas palvras, porque nada do que escrever aqui será capaz de expressar a emoção que senti ao finalizar A Casa das Orquideas... mas digo que estreei com chave de ouro a leitura dessa autora. Lucinda arrasou demais e ganhou meu coração. Vou atras de outras obras dela, para sentir a mesma emoção que senti lendo esse livro lindo.




Sinopse : www.skoob.com.br 

Quando criança, a pianista Júlia Forrester passava seu tempo na estufa da propriedade de Wharton Park, onde flores exóticas cultivadas pelo seu avô nasciam e morriam com as estações.
Agora, recuperando-se de uma tragédia na família, ela busca mais uma vez o conforto de Wharton Park, recém-herdada por Kit Crawford, um homem carismático que também tem uma história triste. No entanto, quando um antigo diário é encontrado durante uma reforma, os dois procuram a avó de Júlia para descobrirem a verdade sobre o romance que destruiu o futuro de Wharton Park...
E, assim, Júlia é levada de volta no tempo, para o mundo de Olívia e Harry Crawford, um jovem casal separado cruelmente pela Segunda Guerra Mundial, cujo frágil casamento estava destinado a afetar a felicidade de muitas gerações, inclusive da de Júlia.