Seguidores

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Alpha - Jasinda Wilder

Quanto mais eu leio, mais descubra autoras sensacionais, que escrevem bem, desenvolvem bem sua historia, fazem seus livros ter começo, meio e fim, sem se preocupar se o livro vai ter 100 ou 400 páginas, simplesmente escrevem e nos encantam com sua riqueza de detalhes. 

Jasinda Wilder ganhou mais uma fã. Nunca havia lido nada dela e comecei com chave de ouro. Claro que continuando nessa onda hot, terminei de ler Alpha, muito rico de detalhes, muito ficção claro, ou não né, mas por vezes ate surreal, ate o momento em que sentimentos são expostos e conflitos onde o coração e o sentimento sempre levam a melhor. 

Kyrie é uma jovem que ve sua vida virar de cabeça pra baixo por infinitos motivos. Anos atras seu pai é assassinado, sua mãe pira na esquizofrenia e precisa de internação, seu irmão simplesmente não consegue conviver com tudo isso e vai pra longe, estudar, bancado pela irmã, que também mantem sua mãe internada numa clinica e ainda tem que se virar para morar e comer. Mas como degraça pouca é bobagem ela ainda é demitida, sua luz é cortada e ela esta por um fio de ser despejada do seu apartamento. Sem rumo e sem saber o que fazer ela tem uma surpresa. Recebe um envelope, com um cheque de 10 mil dolares, anônimo,  sem uma vaga pista de quem possa ter sido tão generoso com sua tragédia, e sua duvida é descontar ou não. Atolada até o pescoço ela decide que sim, isso vai salva-la de morrer na rua e com fome. 

Só que um detalhe não passa despercebido, nesse cheque tem uma ¨nota ¨ escrito VOCE. ???!!!!, hum, entendi nadica de nada né..rrs

Ai chega o segundo, no mesmo valor, so que contendo outra nota PERTECE. 

Aiiiiiiiiiiiiiiii chega o terceiro, com as letras aterrorizantes escritas da mesma forma A MIM. 
E foi a ultima palavra no terceiro cheque, mas mais 12 cheques chegam e no final de um ano, um dia seu sossego é perdido quando um homem na sua porta diz AGORA É A HORA DE A SRTA PAGAR SUA DIVIDA. ..... 

Hum, como assim , gelo na espinha, mas como nada na vida vem de graça, ela com muito medo vai né, na verdade sem escolha nenhuma de tomar outra decisão. 

Ai o livro começa a ficar bommmmmmmmmmmmmmmm.... rs

Durante 3 dias Kyrie conhece sem o homem que a esta deixando maluca só de ouvir sua voz, que bancou sua vida durante um ano, e que ela não faz a menor ideia de quem seja. 

Coisas mais do que malucas acontecem nesses 3 dias onde ela usa todos os seus sentidos, menos a visão, ate que Valentine Roth se mostra à Kyrie. 

Quando ela menos espera, Kyrie já entrou de corpo e alma no seu jogo, e o que ele mais deseja é que ela ceda às vontades dele, mas nunca por imposição ou por medo, mas por confiança e vontade própria. 

Só que uma terrível confissão abala a vida dos dois. O mundo de conto de fadas que Kyrie estava vivendo cai por terra e tudo o que ela mais temia aconteceu, ela se apaixona perdidamente por seu ¨bem feitor¨. 

Agora, gente, uma coisa eu digo, o que essas escritoras estão fazendo conosco, leitoras romanticas e mortais com essas cartas onde esses homens poderosos se declaram pras suas amadas. Meu Deus, chorei de não conseguir ler tamanha emoção... rs

Livro mega recomendado, com muitas cenas quentes de se abanar com uma raquete e não com um simples leque... hehehehehhe


Sinopse : 
 por http://cantinhodasleitorascompulsivas.blogspot.com.br/2014/05/alpha-jasinda-wilder.html

A primeira vez que isso aconteceu, parecia um milagre impossível. As contas foram se acumulando, somando mais dinheiro do que eu poderia ganhar. Contas hospitalares da mamãe. Aulas do meu irmãozinho. Minha taxa de matrícula. Aluguel. Conta de energia. Tudo isso em meus ombros. E eu tinha acabado de perder meu emprego. Não havia esperança, não havia dinheiro em minha conta, nem trabalho a vista. E então, quando eu pensei que toda a esperança estava perdida, encontrei um envelope na caixa de correio. Nenhum endereço de retorno. Meu nome na frente, meu endereço. Dentro havia um cheque, feito para mim, no valor de dez mil dólares. O suficiente para pagar as contas e me deixar alguma sobra para viver até que eu encontrasse um emprego. O suficiente para deixar que eu me concentrasse nas aulas. Não havia nenhum nome no cheque, apenas “VRI Inc.,” e um endereço de caixa postal para algum lugar da cidade. Nenhum indício de identidade ou o motivo ou qualquer coisa. Nenhuma menção de reembolso, juros, nada... a não ser uma única palavra sobre as notas: " Você ". Apenas aquelas quatro letras.
Se você recebesse um cheque misterioso, com dinheiro suficiente para apagar todas as suas preocupações, você iria descontá-lo? 
Eu o fiz. 
No mês seguinte, recebi um outro cheque, novamente de VRI Incorporated. Ele também continha uma única palavra: "Pertence" 
Um terceiro cheque, no próximo mês. Desta vez, duas palavras. Quatro letras. "A mim". Os cheques continuaram chegando. Os bilhetes pararam. Dez mil dólares, a cada mês. Uma garota se acostuma com isso, bem rápido. Ele deixa-me pagar as contas sem me endividar. Deixa-me manter meu irmãozinho na escola e os cuidados paliativos da mamãe pagos. Como você dispensa o que parece ser dinheiro de graça, quando você está desesperada? Você não dispensa. Eu não dispensei. 
E então, depois de um ano, escuto uma batida na minha porta. Uma limusine preta elegante estava na calçada em frente a minha casa. Um motorista ficou na minha frente e ele falou seis palavras : "É hora de pagar sua dívida.
" Você teria feito? 
Eu fiz. 
Acontece que 120.000 dólares não vem de graça.

3 comentários:

  1. Diogo Andrade Correia1 de julho de 2014 18:17

    jdiogo@gmail.com

    Bem hajas

    ResponderExcluir
  2. Amei esse livro!!! Esperando pelo 2 beta....ansiosa!!!

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita !!! Deixe seu email para que eu possa responder sua mensagem.
Ana Paula