Seguidores

sábado, 17 de fevereiro de 2024

Instinto Indomável - Jas Silva

Eu senti raiva, muita, no começo desse livro por causa desse piloto sem era nem beira rrss

Primeiro ele chega achando que manda na porr@ toda... O simples fato de ter uma chefe mulher e ele ja acha que pode chegar botando banca, agarrando a mulher, cobiçando-a descaradamente, isso me irritou  e muito, mas como não fico tentando corrigir historias alheias, eu simplesmente curti a leitura quando o romance finalmente engata 

Andreas  Vitti é O Cara nas pistas e se acha fora delas tambem. Machão, briguento, beberrão, cercado por mulheres interesseiras ele se acha a última bolacha do pacote, ate que sua nova chefe Leona, a diaba Loira começa a coloca-lo no seu devido lugar, que nesse caso é ao lado da Diaba, fazendo tudo o que tem direito. 

Ja quase no meio do livro eu tava surtando e quase sem dormir só desejando que eles dois se acertassem logo, que vivessem o romance que eles tanto queriam mas que algumas coisas os impedia.... massss a Jas Silva tem o dom de escrever boas historias, com bons cenários, e a gente lê e não quer parar. 

O que tem o pai de Andreas como uma merd@ de pai, tem o pai de Leona que é um fofo, seus amigos, a equipe toda que trabalha pros Thomas é muito boa. 

Eu viciei nas historias da Jas, e quanto mais leio mais quero ler e conhecer seus novos cenários e personagens. 

Já to contando os minutos pro próximo rs 



Sinopse: www.skoob.com.br 

O piloto profissional, Andreas Vitti, acaba de ser contratado por uma das principais equipes automobilísticas da Nascar. Acostumado a ter a última palavra em tudo, Andreas recusa-se a seguir ordens e não mede nenhum de seus impulsos. O piloto sabe que tem o mundo aos seus pés, e o futuro campeonato também. Sua tendência a causar problemas o fez ficar conhecido como o garanhão inconsequente das pistas, mas graças a Leona Thomas, o seu estilo de vida selvagem está prestes a ter fim.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Como atual chefe de equipe da Terry Racing e filha do empresário que o contratou, Leona decide intervir no comportamento autodestrutivo do seu novo piloto antes que a aposta milionária feita por seu pai afunde sem mostrar a que veio. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Controlar o ímpeto de Andreas, no entanto, não é algo que ela, uma mulher de 37 anos, bem-resolvida e segura de si, deseje fazer, principalmente, se o garanhão em questão é conhecido por destruir tudo o que toca.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Inclusive, corações.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2024

Vergonha- Brittainy C. Cherry

Que livro maravilhoso, e claro que me perguntei porque demorei tanto pra ler essa beleza de livro e de historia

Todo mundo ( ou quase ) que lê esse livro  fala do quão bom ele é, intenso, e é a mais pura verdade... chorei em muitos momentos e em muitos outros senti o coração bem apertado 

Quando conhecemos Grace ela ta destruida, acabando o casamento dos seus sonhos, louca pra que o marido ainda olhe pra ela do mesmo que olhava quando eles se casaram, e ele só querendo acabar logo com tudo e voltar pra sua vida na cidade onde eles se conheceram. 

Então eles voltam pra Chester, a cidade onde todos veem tudo, sabem tudo e julgam tudo e todos, cada um com seus motivos, resolve recomeçar. 

É nesse recomeço que Jackson cruza o caminho de Grace, principalmente depois de Grace descobrir tudo  que ela menos queria com relação ao seu ex marido. 

A forma como Brittainy consegue descrever as dores dos seus personagens é sensacional e Jackson tem tanta dor dentro dele, mas ainda assim, ele é de um coração e uma bondade que ninguem na pequena cidade deles enxerga, ate Grace. 

Ela passa a entende-lo, enxerga-lo e isso não faz só bem pra ele, faz bem pra ela... porque ele tambem começa a se abrir pra ela, fazendo com que ela aprenda mais sobre ela do que ate o momento foi capaz de aprender. 

É lindo demais ver a construção do romance deles, a delicadeza que eles se tratam, e mesmo quando ele é um grosseirão por pura falta de habito de ser gentil com alguem, ele pede desculpas de um jeito genuino, explicando pra ela que naquele momento tudo ta de cabeça pra baixo, 

Tem uma frase que ela diz que enquanto o  ex-marido queria prende-la, Jackson queria liberta-la, e é lindo 

Só odiei um personagem desse livro, a Rose, mãe da Grace... que mulher chata, amarga e sem um pingo de empatia pela propria filha, eu não acredito  que só porque ela é mãe e tem suas dores, ela pode jogar toda aquela magoa e rancor na vida e nas frustrações da propria filha. 

Fora essa chata, tudo nesse livro é lindo, é dramático, é intenso e o final é tudo de lindo. Adorei !!!




Sinopse : www.skoob.com.br 


Um amor inesperado que surge de forma inusitada e arrebata a vida de Grace Harris. Da mesma autora de O ar que ele respira.


Grace Harris, nossa protagonista do livro Vergonha, está perdida e sozinha em sua casa em Atlanta depois que o homem que ela pensou que ficaria a seu lado pelo resto da vida traiu sua confiança, partiu seu coração e saiu de casa, deixando seu casamento em suspenso.

Grace resolve, então, passar o verão com a família em Chester, sua cidade natal, para respirar, dar um tempo de tudo. Sua vida está uma bagunça e o que ela precisa no momento é de um pouco de gentileza e compaixão.

Por incrível que pareça, Grace encontra isso na pessoa mais improvável de todas: Jackson Emery, o renegado da cidade. Conhecido como a erva daninha de Chester, ele é sinônimo de encrenca, e não faz nada para mudar essa imagem. Tendo perdido na infância o que havia de mais valioso na vida, Jackson se tornou um homem amargurado e não dá a mínima para o que pensam dele.

Os caminhos de Grace e Jackson acabam se cruzando de um jeito inusitado e a tristeza profunda que carregam atrai os dois como ímã. Ambos sabem que não foram feitos um para o outro, mas, como tudo vai acabar mesmo com o fim do verão, resolvem deixar rolar e se entregar a uma diversão passageira.

Porém, o que Grace não imaginava é que seu coração, já destroçado, seria obrigado a aprender que certos relacionamentos são capazes de causar dores muito profundas, e que é sempre preciso fazer uma escolha.

Vergonha é um livro comovente, emocionante e mais que um romance. A escrita impressionante de Brittainy C. Cherry é uma lição sobre crescimento, autoconhecimento e amor próprio.

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2024

O Visconde que me Amava - #2 Os Bridgertons - Julia Quinn

 Todooooooo mundo me falava que eu adorar o livro do Anthony

Quando eu li o primeiro livro e ele aparece como melhor amigo de Simon alem de irmão da Daphne e ja tava curiosa pra saber a historia dele, e eu AMEIIIIII esse livro. 

Favoritei o primeiro do ano, porque ele é sensacional. 

Amei a interação dele e Kate, a espirituosidade deles dois em seus diálogos, a relutância dele em enxergar que ela era perfeita pra ele, e principalmente que ela total e completamente apaixonado pela mocinha desde que colocou os olhos ne, mesmo quando eles tinham vontade de matar um ao outro  

A escrita da Julia é uma delicia de ler, porque ela é bem fluida, e a historia desses dois aqui não da vontade de parar, eu queria sentar e ler o tempo todo rrss

Gostei do fato deles terem seus traumas de infancia e ambos lidarem com isso juntos, porque apesar dele saber bem o que tinha em mente por seu trauma com a morte do pai, Kate só descobre o motivo do seu medo quando já é adulta e com a ajuda dele, e ele , consequentemente passa a entender que ele tambem pode curar seu trauma, ou pelo menos tentar começar a se ajudar, justamente pelo amor que Kate e ele sentem um pelo outro.... 

Ahhhh é tão lindo que eu ficaria horas aqui escrevendo, porque eu realmente gostei muito . E, diferente do livro da Daphne, aqui os irmaos Bridgertons aparecem bem pouco. O foco central da historia são mesmo Kate e Anthony, e mesmo quando Edwina, a irma de Kate ta na historia por varios motivos, o foco ainda são os dois. 

Adorei... agora quero saber o que sera do livro de Benedict 



Sinopse : www.skoob.com.br 

A série Os Bridgertons foi adaptada pela Netflix e se tornou um sucesso instantâneo, quebrando os recordes de audiência da plataforma.


A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.

Ele logo decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.

Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.

Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.

Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.

Sejamos Todos Feministas - Chimamanda Ngozi Adichie

Um livro bem curtinho da Chimamanda e eu adoro ler suas peças, porque a linguagem dela é bem facil de entender. 

Esse aqui especificamente foi uma palestra que ela deu falando sobre como , um dia , la aos 14 anos a denominaram como Feminista ( seu melhor amigo na epoca ) , e ela deixa muito claro que Feminismo não é nada do que ¨pintam hoje ¨

Tem um trecho inclusive que ela fala, eu sou Feminista  que gosta de usar salto alto, batom, que raspo sim as axilas, que não acho todos os homens ruins e racistas ( sendo ela uma Nigeriana, onde em muitos lugares na Africa ela seqer pode andar sozinha )  ... e por ai vai... o que to querendo mencionar aqui é que hoje , na minha opinião , vulgarizou-se muito uma palavra que é tão importante por tudo  o que ela é e representa.

Alem do mais, eu gosto muito da escrita da Chimamanda, ela nos faz entender muito bem coisas bem simples... e esse foi mais um que adorei. To louca pra ler Meio Sol Amarelo dela, que ja me disseram que é o melhor ( uma hora ele muda de lista rrss  ) 



Sinopse : www.skoob.com.br 

Chimamanda Ngozi Adichie ainda se lembra exatamente do dia em que a chamaram de feminista pela primeira vez. Foi durante uma discussão com seu amigo de infância Okoloma: "Não era um elogio. Percebi pelo tom da voz dele; era como se dissesse: Você apoia o terrorismo!" Apesar do tom de desaprovação de Okoloma, Adichie abraçou o termo e - em resposta àqueles que lhe diziam que feministas são infelizes porque nunca se casaram, que são antiafricanas e que odeiam homens e maquiagem - começou a se intitular uma "feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma, e não para os homens".

Neste ensaio preciso e revelador, Adichie parte de sua experiência pessoal de mulher e nigeriana para mostrar que muito ainda precisa ser feito até que alcancemos a igualdade de gênero. Segundo ela, tal igualdade diz respeito a todos, homens e mulheres, pois será libertadora para todos: meninas poderão assumir sua identidade, ignorando a expectativa alheia, mas também os meninos poderão crescer livres, sem ter que se enquadrar em estereótipos de masculinidade. Sejamos todos feministas é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston, que conta com mais de 1,5 milhão de visualizações e foi musicado por Beyoncé.

domingo, 4 de fevereiro de 2024

Destrua-me ( #1.5 Estilhaça-me ) - Tahereh Mafi

Eu detestei Warner o primeiro livro  inteiro, mas confesso que nesse conto eu ja simpatizo , e muito com ele, só que agora quero mais e mais sobre sua historia. 

Nesse conto bem pequeno temos só um gostinho da vida dele, e da sua paixão por Juliette, ( eu achava que era só uma obsessão mesmo, mas nesse conto ele mostra sua paixão pela moça ), do insuportavel do seu pai que o trata como se ele fosse nada, e aqui temos uma pequena noção do ódio que Warner sente pelo pai. 

Ja quero saber muito sobre ele, então vou logo pro livro 2 , e apesar de achar que Juliette combina com Adam, já começo a imaginar como seria ela e Warner juntos 



Sinopse : www.skoob.com.br 

Perfeito para os fãs de Estilhaça-me que aguardam desesperadamente a liberação de Liberta-me, este original digital da série irá preencher a lacuna entre esses dois romances a partir da perspectiva do vilão que todos nós amamos odiar, Warner, o líder cruel do Setor 45.


Em estilhaça-me de Tahereh Mafi, Juliette escapou o restabelecimento seduzindo Warner e, em seguida, colocando uma bala em seu ombro. Mas como ela vai aprender em Destrua-me, que Warner não é tão fácil de se livrar. . .

De volta à base e se recuperando de seu ferimento quase fatal, a Warner fará de tudo em seu poder para manter seus soldados em cheque e suprimir qualquer menção de uma rebelião no setor. Ainda que obcecado com Juliette, como sempre, a sua primeira prioridade é encontrá-la, trazê-la de volta, e dispor de Adam e Kenji, os dois traidores que ajudaram a sua fuga. Mas quando o pai de Warner, O Comandante Supremo do restabelecimento, chega para corrigir os erros de seu filho, é claro que ele tem muito planos diferentes para Juliette. Planos esses que Warner simplesmente não pode permitir.

Na sequencia de Estilhaça-me e antes de sua próxima sequencia, Liberta-me, Destrua-me é uma estoria contada a partir da perspectiva da Warner, o líder cruel do Setor 45.

quarta-feira, 31 de janeiro de 2024

Livros Lidos - Janeiro 2024

Mais um novo ano e minha lista de Quero Ler ta enorme esse ano viu gente... massssss com certeza no decorrer dos meses que virão, ela vai sendo movimentada, porque aposto que diminuida pe mais dificil rrrss



Vamos à eles : 


  1.    A Casa do Penhasco  – Agatha Christie 
  2.   O Duque e Eu – Julia Quinn 
  3.    Estilhaça-me – Tahereh Mafi
  4.   O Principe Serpente – releitura – Elizabeth Hoyt
  5.  O Que Sobra – Principe Harry
  6. Mentes Depressivas - Ana Beatriz Barbosa 

At Até a Proxima !!!! 
A
A

terça-feira, 30 de janeiro de 2024

Mentes Depressivas - Ana Beatriz Barbosa

Eu sou muito fã da Dra Ana Beatriz e to gostando bastante de ler seus livros ( vejo videos o tempo todo, assisto o podcast no Youtube ) e agora to mergulhando nos livros  

Li Mentes Ansiosas ( AQUI a resenha ) e gostei muito de entender e enxergar novos caminhos para entender pessoas ansiosas, onde me incluo nessa porque não sou acelerada à toa, a ansiedade sempre esteve ao meu lado, mas agora mais velha, consigo me entender e analisar melhor. 

Então peguei Mentes Depressivas e me senti tão abalada quase o tempo inteiro durante essa leitura. Pensar em como a cabeça de nos humanos funciona de maneiras tão parecidas e tão diferentes ao mesmo tempo é surreal. Imaginar que passa pela cabeça de alguem coisas tão ruins à ponto de perder a vontade de viver, de desistir de tudo o que o cerca , e o pior, chegar ao ponto de tirar a propria vida porque a pessoa não vê motivo pra continuar nessa existência é de uma tristeza sem fim. Me abalou bastante ler a experiência da Dra Ana com pacientes deprimidos ao extremo, como o organismo da gente reage as sensações do nosso cérebro ( e não to nem falando de nada cientifico viu ) fisiologicamente falando mesmo 

Mas 2 Capitulos me deixaram particularmente angustiada na leitura.. A depressão nas crianças e o Suicidio, que angustiante ler aquilo .. claro que não to desmerecendo a depressão no jovem, no adulto, no idoso, mas na criança é tão triste, eles estão começando a viver a ja se sentindo deprimidos, sem animo e esperança, é muito muito triste

E o capítulo sobre Depressão e Espiritualidade é muito informativo, no sentido de que é preciso ter Fe pra que o tratamento em muitos casos, seja positivo porque a Fe nos da esperança de que dias melhores virão, a Fé nos da uma perspectiva de uma luz no fim do túnel, e de maneira muito simples, sem direcionamento pra essa ou aquela religião, a Dra Ana nos  mostra a eficacia que a Fe é capaz de nos proporcionar não só contra a depressão, mas em qualquer outro tratamento 

Já quero logo ler o proximo dela 



Sinopse : www.skoob.com.br 

Em “Mentes Depressivas”, a Dra. Ana Beatriz Barbosa Silva ajuda a compreender e identificar um quadro depressivo, explica os diferentes tratamentos e suas associações. Além disso, fala sobre suas causas e trata separadamente sobre a depressão na infância, na adolescência, na terceira idade e a depressão feminina. Com uma linguagem simples e acessível, a médica psiquiatra e escritora disseca a depressão de forma inovadora ao abordar a doença do século por meio de suas três dimensões: física, mental e espiritual.