Seguidores

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Sua Proposta Indecente - Lynda Chance

Conto da Lynda Chance, mas como sou fã dela, eu leio de tudo, conto, parágrafos, livros e tudo..rrss

Bem rapidinho de ler, 50 paginas e finish.
Jenna é uma moça que ta numa situação bem difícil na sua vida, e precisa urgente de dinheiro para quitar suas dividias do credito estudantil.

David Bennett é o CEO de uma grande empresa e seu futuro na empresa da família depende de uma situação da qual ele nunca imaginaria ter que passar, ele precisa casar, porque aos olhos dos acionistas a vida de solteiro que ele leva não lhe traz muita credibilidade.

É ai que Craig entra na historia, seu amigo e advogado, e tenta convence-lo de que isso é o melhor a fazer, e David já esta de olho em Jenna desde que ela começou a trabalhar na sua empresa, 6 meses antes dela ouvir uma conversa entre s dois homens.

Possessivo e autoritário David vai fazer de tudo para convencer Jenna a aceitar sua proposta descabida, mas o que ela não sabe é que ele já tinha não so segundas mas milhares de intensões com ela.




 
Sinopse :


Quando Jenna Hardin é abordada com uma proposta de negócio, que envolve um arranjo de casamento de curto prazo, ela hesitantemente concorda. Não demora muito para que ela perceba que o negócio em causa é apenas uma cortina de fumaça e ela é o produto final.

domingo, 28 de setembro de 2014

23 noites de Prazer - Julianna Costa

Depois que criei esse blog, há um ano exatamente, eu fui descobrindo cada vez mais o quanto eu gostava de ler esse tipo de gênero que é o New Adult, ou a literatura hot mesmo. E essa onda de livros caiu completamente nas graças do publico feminino. E o engraçado é que 99% dos escritores desse gênero são de autoras mulheres ( os que li claro, ate porque´ são muitos e não conheço nem um decimo de tudo o que anda rolando nesse mundo literário), e  quanto mais livros eu compro, ou baixo os arquivos, mais eu quero ler, mais eu curto ler e mais minha lista de livros físicos aumenta...rrss

Esse livro comprei na Bienal 2014 no stand da Universo dos Livros e me arrependo de não tê-lo comprado antes, porque o livro é realmente muito bom. A leitura flui bem, a historia é bem contada, amarrada de uma maneira bem coerente e que tudo se encaixa certinho certinho no final.

É claro que alguns trechos do livro me parecem muito distantes de uma mera mortal como eu, e que mesmo que decidisse dar uma guinada na vida como a personagem Nahia, tem coisa que eu nem pensaria em fazer, mas é o que sempre digo ou escrevo aqui, quem disse que o que esta escrito é o que tem que ser feito, é o certo ou o errado, o mais importante é que nos leitores somos os premiados com essa imaginação maravilhosa dos autores, sejam eles nacionais ou não. Eu leio todo santo dia, mas não teria nunca inspiração para escrever um livro, e olha que na mesma proporção que leio, eu falo e escrevo, por isso fiz o blog, para conseguir externar em palavras minhas impressões sobre essas loucuras literárias espalhadas por ai.

Julianna Costa é uma autora nacional, jovem e na minha opinião muito talentosa, como eu escrevi o livro prende a atenção do inicio ao fim e em vários momentos eu me vi torcendo pra que Nahia e o vizinho Kio ficassem logo juntos porque a empatia e a química entre eles era quase palpável, torci demais pelos dois e quase li o ultimo capitulo antes de chegar na metade do livro so pra saber se eles iam ou não ficar juntos.

Nahia tem uma vidinha tão sem graça, tão sem emoção, com um trabalho que ela se esforça demais e nunca tem reconhecimento, uma frustração por ter sido traída pelo seu ex-noivo na sua cama e na sua casa, que ao se ver na cidade mais liberal do mundo, Amsterdã ( assim dizem e Nahia diz rrss )  que um belo dia ela resolve dar um basta na sua vidinha sem sal e sem açúcar e começar a experimentar coisas novas, mas não é assimmmmm tao simples. Tudo começa quando ela passa a sonhar com um tipo ¨alter ego ¨ masculino Amadeo, que faz com que ela vá dia a dia tendo novas experiências, conhecendo coisas novas, relações novas, e principalmente, aprenda a saber que sexo é sexo e ponto, sem vergonha, sem pudores, e o que Nahia vai aprendendo é que quando ambos topam que mau tem, nada pe feito de maneira forçada, e Amadeo aos poucos vai mostrando pra ela quais serão os passos que ela vai ter que seguir.

É claro que a gente pode ate pensar ta, um alter ego me diz o que fazer e eu faço, ah para ne, ai é que ta o xis da questão, Nahia sabe que ela não precisa fazer o que Amadeo a instrui, ou simplesmente diz pra ela, mas a escolha é única e exclusivamente dela, e ela topa, no começo da empreitada com muito receio, mas depois com tanta confiança que ela ate passa pra gente que ta lendo essa certeza do que ela mais quer ou do que não quer mais.

Eu não vou ficar contando aqui tudo o que ela passa senão não teria a menor graça, mas o melhor de tudo na historia, além de claro ela ter descoberto o que ser verdadeiramente apaixonada por alguém e não por aquele idiota do seu ex-noivo, é o fato dela ter descoberto que a bruaca da sua companheira de editora vaca mal amada e invejosa Mirella se deu foi muito mau nas suas maracutaias e que tudo encaixa do jeitinho que tem que ser. E essa eu preciso contar, o que ela faz com Brian, ah mas eu ri e muito e alto, porque o fdp mereceu uma vingança a altura ...rrrsss

E Colin, oh do... esse trecho é hilário...rrss

*** "Colin era o sapato que eu sempre quis ter. E, quando finalmente o calcei, descobri que doía no meu pé. Kioujin é aquele stiletto que só de olhar o preço e o salto te dá uma luxúria indescritível nas entranhas. Aquele par que você jura que nunca terá coragem de usar, mas compra e leva pra casa mesmo assim. E, quando você finalmente o calça, ele é inacreditavelmente confortável e realça sua bunda de um jeito espetacular. O tipo de sapato que você nunca mais quer tirar do pé." ***

E Kio, ah esse Kio é tudo o que ela precisava na vida , amigo, parceiro, cumplice, vizinho, solteiro, talentoso, despudorado, sem vergonha, tudo na medida certa, tudo perfeitamente encaixado na vida de Nahia.

Julianna Costa me ganhou como leitora, se toda a escrita dela for bem desenvolvida como nesse livro, ela tem uma fã ardorosa do seu trabalho. Agora quero ler  4 semanas de prazer, seu mais novo lançamento, não vejo a hora.



 
Nahia era uma garota tímida, insegura e insatisfeita com o seu trabalho em uma editora. Até conhecer, literalmente, o homem dos seus sonhos. Ao visitá-la durante as noites, Amadeo libertou seus desejos sexuais mais profundos e, desde então, ela teve as experiências mais sensuais, quentes e inusitadas que uma mulher poderia ter.
Essas aventuras ardentes a transformarão em uma mulher confiante e deslumbrante, pronta para desafiar todos ao seu redor para fazer a coisa certa e publicar o livro mais cobiçado do momento.

sábado, 27 de setembro de 2014

Remy - Katy Evans

Eu falei, eu falei e eu falei que eu ia morrer 3 vezes.. pois morri gente..rrss

Eu tenho um problema serio com essas leituras viu, eu me apaixono por todas elas e curto ressaca de todas também, mas esse livro ( ou a serie né ) , com certeza entrou pra lista dos meus preferidos como alguns que li, e não são poucos.

Adoro tudo o que é bem intenso, visceral, dramático e romântico na mesma pegada, e essa série da Katy Evans é bem assim, Remington Tate é bem assim. Os próximos livros não serão mais historias dele e Brooke, mas se a serie continuar nessa pegada vai continuar boa.
Nesse terceiro livro tudo o que lemos em Real e Mine agora é contado na visão do Remy, na verdade nem tudo. Ele nos conta pela visão dele muitas coisas, mas não tudo, eu ate achei que poderia ter tido mais coisa, que ficou faltando muitas partes, muitas das quais ele não se lembrava pela bipolaridade, ok, mas acho que o que de principal ele poderia ter contado na visão dele foi a ultima vez que ele fica obscuro, quando seus pais o visitam e veem Brooke gravida de seu filho e no livro Mine é ai que ee cai nas profundezas dele mesmo e tem que fazer o  choque cerebral para voltar do fundo do poço, é onde Brooke esta sofrendo com ele e por ele, e ele pede isso à Riley e Pete, achei que essa parte foi a que mais precisava ter e faltou, mas de resto o livro é espetacular, e o que é mais legal, é que com a mescla do passado e do presente a autora nos presenteia com o casamento do casal que em Mine não se consolidou por causa do nascimento de Race.

E ai, lendo muitas resenhas em outros blogs eu cheguei a uma conclusão do qual eu sempre me baseio pra tudo na minha vida, gosto decididamente não se discute, eu li muitas coisas negativas sobre essa serie, que o único must desses livros é o envolvimento sexual, que ambos os personagens falam e fazem é a possessividade, a sexualidade, o domínio emocional que um tem sobre o outro, isso tudo é verdade, o livro é só ela o achando o mais gostoso dos gostosos, e ele achando ela a mais gostosa das gostosas, e o quanto um acho o outro espetacular e fodão ou fodona, isso também é verdade, mas ainda assim o livro não deixa de ser intenso, cativante e que vale muito a pena a leitura, na minha opinião claro.

E tem mais um ponto que volta e meia digo nas minhas postagens, o livro precisa ser realmente muito, mas muito ruim para que eu o classifique assim, porque na minha opinião, sendo muito ou pouco desenvolvida a historia, tendo muito sexo ou pouco sexo, tendo relatos de o quanto um ou outro e bom e o quanto calcinhas e cuecas ficam armadas ou molhadas eu adoroooooooo ler e leio de tudo mesmo, e como eu disse e repito, pra que eu diga que um livro é ruim, ele verdadeiramente tem que ser ruim, e esse não é. Eu amei de paixão e agora vai pra minha lista de compras da próxima remessa de livros físicos.






Sinopse - por


"O lutador Remington Tate é um mistério, até para si mesmo. Sua mente é clara e sombria, complexa e esclarecedora. Às vezes, suas ações e estados de espírito são cuidadosamente medidos e, em outros, eles saem do controle. 
 

Através de tudo isso, tem havido uma constante: querendo, precisando, amando e protegendo Brooke Dumas. Esta é a sua história, desde o primeiro momento em que pôs os olhos nela e sabia, sem dúvida, ela seria a coisa mais real que ele já teve por que lutar ."

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Mine - Katy Evans

Pronto, quando eu estava lendo mais ou menos a metade do Real eu já senti que ia passar por varias emoções com essa serie da Katy Evans viu, ri, chorei, sofri e torci para que Remy e Brooke conseguissem viver em paz e curtir seu amor tão lindo e intenso.

Nesse segundo livro, Brooke e Remy estão mais apaixonados e intensos do que nunca, só que Brooke se sente muito culpada por ter ido embora e deixado Remy quando ele mais precisava dela.

Aos poucos ela vai descobrindo pelos amigos e irmãos de coração de Remy, Riley e Pete, o que foi o inferno que ele viveu quando ela não aguentou vê-lo apanhar e se entregar ao estado de quase coma cedendo a vitória para seu maior inimigo, a cabeça de Brooke pirou e ela foi embora, mesmo com seu coração ficando aos pedaços.

Só que o amor de Remy por ela é algo que não se sente por qualquer uma, e ele além de resgatar sua irma dos braços desse mostro do seu inimigo, leva-a de volta para Brooke e ainda faz de tudo ( mesmo que de maneira velada ) para que sua amada volte pra ele,  pra cama dele e para o coração despedaçado desse homem intenso.

Quando sua amada Brooke volta para seus braços, Remy não consegue mais ficar longe dela, e ele sente uma necessidade visceral que chega a doer na gente que ta lendo a ausência de sua amada e ele precisa lembrar do cheiro dela diariamente, da sua voz, por isso sua presença na vida desse lutador é contante.

No meio desse turbilhão de emoções algo mais do que inesperado acontece ( ai gente, por muita vontade que eu tenha de escrever sobre isso, não da né, um spoiller desse tamanhão seria tão injusto que ia quebrar a surpresa de nos amantes dessas leituras ) e esse acontecido inesperado faz com que esse lindo e intenso casal tenha que se separar. Brooke fica tão, mais tão chorosa e Remy tem seu coração arrancado do peito e partido ao meio, mas esse amor é muito forte e vai resistir à essa separação, mas parece que Brooke e Remy nunca terão sossego, e quando parece que tudo voltou ao normal entre eles, que  superaram o maior obstáculo que a vida impôs pra eles, que foi a separação a irmã de Brooke apronta de novo, o maior inimigo de Remy, Scorpion, volta a infernizar a vida de quem ta quieto, os pais que Remy odeia voltam a aparecer pra pedir o seu dinheiro, e ele cai na mais profunda escuridão da sua bipolaridade.

Brooke ta sofrendo tanto, que não sabe se vai ter forças pra aguentar ver seu leão particular, seu rei sofrer tanto, e vê-lo se destruindo emocionalmente acaba com ela, e aos poucos os fieis escudeiros de Remy contam pra Brooke o que ela não sabe sobre a vida, o passado e o presente de Remy, antes dela chegar na sua vida, e tudo o que pedem pra ela é que aguente firme ao seu lado, porque ele é outro homem depois que sua Brooke Dumas entrou na sua vida.

Só tem uma coisa que achei que foi muito exagerada nesse livro, as excessivas ¨cenas ¨de sexo, o livro já mostra-se sensual, sexual e totalmente quente no primeiro, nas capas e nas descrições que ele nos da, mas acho que ficou repetitivo demais o sexo entre eles o tempo todo. Ta, a maioria desse gênero de livro é repetitivo e tal, mas o segundo livro poderia ter sido mais explorado a bipolaridade de Remy, Brooke poderia ter se aprofundado mais na escuridão de Remy para conhece-lo melhor, saber melhor como lidar com ele e o que fazer, mas enfim, o livro é um espetáculo, eu amei de paixão, sua intensidade, o amor emanado nas paginas do livro, o tesão que ambos sentem um pelo outro, que nem os inimigos, nem a distancia e nenhuma escuridão vai fazer com que Remy deixe de amar Brooke e Brooke deixe de amar Remy.... lindo de viver, isso sim !!!!!!!!!!!!






Ai ai ai ... spoiller dos brabos aqui hein... quem não quiser ler, pule bem agora...rrss
Essa foi a carta que  Brooke escreveu para seu amado Remy para substituir a primeira que ela deixou pra ele quando foi embora.... ve se não é pra derramar lágrimas de emoção...rrss


SINOPSE :
http://cantinhodasleitorascompulsivas.blogspot.com.br/search/label/Katy%20Evans

Ele é meu, e eu sou dele. Nosso amor é tudo que consome, poderoso, imperfeito, e real ... No verdadeiro bestseller internacional, o bad boy imparável do circuito de combate subterrâneo finalmente encontrou seu jogo. Contratada para mantê-lo em condição privilegiada, Brooke Dumas desencadeou um desejo primordial em Remington "Riptide" Tate tão vital como o ar que respira. . . e agora ele não pode viver sem ela. Brooke nunca imaginou que ela iria acabar com o homem que é o sonho de toda mulher, mas nem todos os sonhos acabam felizes para sempre, e apenas quando eles precisam mais um do outro , ela é arrancada de seu lado. Agora, com a distância e escuridão entre eles, a única coisa que resta é lutar pelo amor do homem que ela chama de MEU.


Real Final Estendido - Katy Evans

Bom pelo visto eu vou morrer quatro vezes lendo essa serie e a intensa historia de Remington e Brooke, morri no primeiro, uma baita ressaca literária, ai descobri esse bônus, um anos após ser lançado o livro Real, a Kate Evans quis presentear seus fãs com esse bônus de tirar o folego, justamente onde termina o primeiro livro.

É pra matar mais um pouquinho as fãs desse lindo e intenso casal!!!!!

"Exatamente a um ano atrás, eu cliquei em "Publicar" no Real. E uau, se vocês me tivessem visto todos naquele dia... Eu estava mordendo as unhas, andando para lá e para cá, verificando meus e-mails, perguntando se vocês iriam lê-lo, senti-lo, amá-lo como eu faço? Na verdade, eu nunca na minha vida poderia ter imaginado, como muitos de vocês! Obrigado à todos vocês ,  por  um ano muito incrível , incrível, e ainda muito real ! E com muita gratidão, para celebrar hoje, a Gallery Books fez  final estendido de REAL (o capítulo adicional completo da edição limitada) disponível apenas para ler on-line ! Obrigada, mais uma vez, a todos e a cada um de vocês por seu apoio incrível para esses personagens e essa série". 
fonte :
 

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Real - Katy Evans

Ontem quase uma da manhã quando terminei de ler esse livro cheguei a seguinte conclusão, vou ficar cada vez mais pobre viu... só comprando livros...rrrrsss. - Eu leio os bichinhos em PDF ai me apaixono pelas historias e o arquivo não me basta, preciso do papel pra ficar contente, ai minha lista vai aumentado cada vez mais, agora já acrescentei mais esses três dessa série que pelo que sei serão 5. Ai compro e leio tudo de novo, e me emociono, e choro e sofro tudoooo de novo... coisa de maluco isso :)

Livro mega itenso, nos trás a historia de Remington ¨Reptide ¨ Tate e Brooke Dumas.

Brooke é uma garota normal, mas sua vida é permeada por um trágico acidente que coloca seu maior sonho que é ser uma atleta olímpica pelos ares, graças a uma lesão gravíssima no joelho. E tudo o que ela achou que um dia seria desmoronou, então ela tenta seguir sua vida, agora que faz reabilitação esportiva o que ela esta mais interessada nesse momento é arrumar um emprego para que seus pais parem de perguntar a todo minuto se ela já tem um trabalho.

Num dos momentos ¨amigas ¨ Melanie, sua melhor amiga a leva para assistir à uma luta e ela fica nervosa e ate p da vida com Melanie porque Brooke não gosta de luta, de jeito nenhum, mas Mel faz uma propaganda do principal lutador da noite ( Remington ou so Remy ) que ela fica histérica quando Remy aparece e fica instigando Brooke a olha-lo. Ela reluta mas olha, e seu mundo desaba, diante de tudo o que ela vê. Quase que em estado de choque,  ela fica  hipnotizada por Remy e parece que ele também, porque assim que ele se posiciona no ringue seu olhar vai direto pra cima de Brooke, involuntariamente claro, no meio de uma multidão de mulheres loucas e gritantes.

Brooke se sente tão sufocada que ela sai da plateia e menos de um minuto se passa quando uma mão firme agarra seu braço e pergunta seu nome, já ai o livro mostra o que vem por ai, não é só uma simples apresentação, parece ate um chamado de sereia a forma como ele se aproxima dela.

Dai por diante a vida de Brooke nunca mais será a mesma, e ai essa linda e explosiva historia muito bem escrita se desenrola de maneira tão fluida, com cenas tão mas tão hot que quando o final do livro se aproxima a gente já entra em depressão.

Remy é um cara intenso, muito intenso tudo nele é demais, demais silencioso, demais encrenqueiro, demais mulherengo, demais pegador, demais rico, mas tem um lado dele que ninguém conhece, ele esconde de todo mundo, sem pais, sem parentes, so com seu treinador e sua equipe é que ele vive entre idas e vindas para onde suas lutas o levam, mas ele e seu coração decidem que Brooke é a única mulher que pode conhece-lo como ninguém conhece. E todo o sofrimento preso nele vem à tona quando ele conta pra ela sua bipolaridade, e ela presencia sua crise interna num dos momentos em que eles estão começando a se conhecer e se amar, se amar de coração, não sexualmente falando.

Agora a coisa mais fofa desse mundo é que como ele é muito fechado, a maneira como ele se expressa pra sua Brooke é atraves de musicas, e ele coloca no seu Ipod uma musica pra ela que é de tirar o folego Iris Goo Goo Dolls, a letra dessa musica é muito mais que uma declaração de amor, é uma entrega de corpo e alma, de chorar mesmo  ( aqui o link da musica e letra traduzida pro portugues, de chorar ....



Pesquisando no youtube achei esse play list que a Kate Evans coloca logo na primeira pagina do seu livro dizendo que ela ouviu essas musicas enquanto escrevia a série. Linda demais. 


E como pesquisar é comigo mesmo, sou fã do blog Cantinho das Leitoras Compulsivas e la encontrei outro Play List mais completo pelo que percebi esta com toda a play list da serie publicada ate agora, então aqui linkei também, vale a pena escutar.


https://www.youtube.com/watch?v=Q8e5VTlzXgU&list=PLnNSQFIUNAzZxAf6YCyXvCR-1VnhguOd3&feature=player_embedded

Pelas que vi la no blog das Leitoras Compulsivas serão 5 livros, 3 já estão disponíveis ( Real ,  Mine, Remy ) e ainda faltam mais 2, ( Raw - livro 4 que contara a historia da Melanie , e  Ripped - livro 5, ainda sem nenhuma informação sobre ele )

Agora vou sofrer mais um pouco lendo Mine ... ai mo pai, nem sei o que me espera, ou melhor, tenho uam vaga ideia... heheheheh


Um boxeador caído.
Um mulher com um sonho despedaçado.
Uma competição...
Ele até me fez esquecer o meu nome. Uma noite foi o suficiente, e eu esqueci tudo e qualquer coisa, exceto o lutador sexy no ringue que deixou minha mente entusiasmada e meu corpo em chamas de desejo...
Remington Tate é o mais forte e mais confuso homem que eu já conheci em minha vida. Ele é a estrela do perigoso circuito de combate clandestino, e eu estou atraída por ele como nunca estive atraída por qualquer coisa em minha vida. Esqueço quem sou, o que quero, com apenas um olhar dele. Quando ele esta perto preciso me lembrar de que sou forte - mas ele é mais forte. E agora é o meu trabalho manter seu corpo funcionando como uma máquina perfeito, seus músculos tensos preparados e prontos para quebrar os ossos de seus próximos adversários...
Mas quem ele mais ameaça agora, sou eu. Eu quero ele. Eu o quero sem medo. Sem reservas.
Se ao menos eu soubesse ao certo o que é que ele quer de mim?


domingo, 21 de setembro de 2014

Breakable - Tammara Webber

Ai,  mais se eu já tinha gostado de Easy esse eu gostei mais ainda, apesar da historia ser a mesma, esse livro é contado pela versão do Lucas, só que o que eu achei mais legal é que a autora foi muito feliz pois nesse livro ela começa a contar sua vida desde o desastre que assola sua infância, a morte da mãe, e ela vai intercalando os capítulos contando a historia do Landon  e Lucas, que apesar de serem a mesma pessoa, vivem momentos completamente diferentes.

A historia de Breakable ( que traduzido ao pé da letra quer dizer Quebrável ) é rica nos detalhes da morte da mãe do Landon Lucas Mansfield, onde sua vida se transforma totalmente aos 13 anos, ele se culpa por não ter conseguido livrar a mãe da morte, e acha que o pai o culpa por isso também ( já que o pai nunca disse isso taxativamente ), e depois desse desastre que se abateu sobre a família Mansfield o pai e ele vão morar com o avô, longe de tudo que lembre esse dia fatídico nessa família.

Mas nada é fácil, Landon se torna um adolescente cheio de raiva, que concentra em si uma energia de fúria que muitas das vezes ele não consegue controlar, e a autora vai nos presenteando com essas historias como o jovem Landon vai crescendo, causando muitas confusões por onde passa, seus amigos e inimigos, seus amores de adolescência, suas incertezas, ate que Landon chega a maioridade e se vê ¨obrigado ¨a tomar um rumo certa na vida, então muda de cidade, vai pra faculdade, e la ele deixa Landon pra tras, e se torna simplesmente o Lucas.

Na faculdade ele precisa além de estudar, trabalhar pra manter sua vida, suas despesas, sua casa, e um desses trabalhos é ser tutor numa das matérias que estuda, e ele começa a observar de longe uma das suas colegas de sala que mau sabe da sua existência. Estar perto dela se torna uma obsessão para Lucas, e ele vai descobrindo aos poucos sua vida.

So que num belo dia, ou numa bela noite, Jacqueline quase é estuprada no estacionamento de uma das festas da irmandade da faculdade, e quem a salva, Lucas, claro.

Aqui é uma outra resenha , a do Easy, mas lá nessa resenha tudo é narrado pela visão da Jackie ( http://paixaoporleituras.blogspot.com.br/search/label/Tammara%20Webber )

O que é mais legal, é que no decorrer de cada capitulo vamos conhecendo mais e mais o Landon e o Lucas, e o engraçado é que o Lucas passa a ter ciúmes do Landon que também cria uma intimidade com Jackeline, mesmo que virtual. Surreal, já que eles são a mesma pessoa, e ele fala isso...rrss. No livro Easy, os diálogos e as trocas de SMS são mais mostradas, no Breakable ele mais diz o que fez do que mostra o que escreveu.

Enfim, pouco a pouco, pagina por pagina fui torcendo e sofrendo junto com esse personagem que é tão encantador que não há a menos possibilidade de torcer por ele. A delicadeza que ele fala da mãe, com que ele trata as meninas e depois a mulher que ganha seu coração, a forma delicada como ele trata Jacqueline é tão linda, que quando ele conta pra ele a forma como sua mãe morreu, ou quando ele revive na memoria dele esse trágico momento, não da pra não chorar, é lindo demais.

O que sei é que, quando terminar de ler o livro que to lendo agora, eu vou ler de novo o Easy, e por enquanto so os tenho em PDF, mas ta na minha lista para fazer parte da minha estante, e pra eu sentir aquele cheirinho de papel que amo tanto... rrss




Sinopse :

Ele estava perdido e sozinho. Em seguida, ele a encontrou. E o futuro pareceu mais frágil do que nunca. Quando criança, Landon Lucas Maxfield acreditava que sua vida era perfeita e aguardava um futuro cheio de promessas – até a tragédia que separou sua família e o fez duvidar de tudo em que ele sempre acreditou. Tudo o que ele queria era deixar o passado para trás. Quando ele conheceu Jacqueline Wallace, seu desejo de ser tudo o que ela precisava veio tão fácil… 
Tão fácil quanto poderia ser para um homem que aprendeu que a alma é frágil e que tudo o que você espera poderia ser arrancado num piscar de olhos. 

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Intenso - Lori Foster

Nunca tinha lido nada dessa autora, mas já me tornei fã da sua escrita.

Achei o livro bem hot, e com alguns capítulos onde tudo o que fiz foi gargalhar do bom humor  dos personagens.

Intenso nos conta a historia de Josie e Nick.

Ela uma enfermeira de Home Care de 25 anos, criada pela irmã, depois de ter pedido os pais muito joven, Susan, a irmã, assumiu a responsabilidade de criar Josie como uma verdadeira mulher de bem. Susan deixou de viver a própria vida para cuidar de Josie, e agora, Josie precisa se libertar desses cuidados excessivos da irmã, e mesmo ela sendo muito grata a tudo, chegou a hora de viver a própria vida e fazer suas próprias escolhas. Ela é muito determinada, centrada, mente aberta e focada no que deseja, isso é muito bom.

Susan vive marcando encontro com pretendentes para Josie, ate que num desses encontros que a irmã marca com o pretendente Bob, aparece o mulherengo, de má fama, e charmoso Nick.

Numa confusão sem tamanho, Josie crê que ele é o pretendente que a irmã escolheu dessa vez, e para definitivamente acabar com esses arranjos, ela marca o encontro num bar de solteiros, não de muito bom gosto como ela mesmo diz, e se veste da forma mais vulgar possível, para que assim Bob ¨saia correndo ¨ do encontro a ela possa por si só, marcar o seu próprio encontro.

E como diz o ditado, o tiro sai pela culatra, o que ela encontra ao chegar no bar, é um homem sexy, que assim que a vê a devora com os olhos, e fica maluco com a ruiva sexy que se aproxima dele

Ai começa uma das noites mais marcantes da vida de ambos, mesmo que eles não digam um ao outro ou pior, achem que isso não passara de uma tórrida noite de sexo e segredos.

Só que  Nick se vê tão perdido nessa nova mulher que acabara de conhecer, porque o ¨dono do encontro ¨o empurrou para isso, já que o verdadeiro Bob não estava tao interessado em Josie e sim em Susan, que Nick fica maluco ao ver Josie o chamar de Bob e ele jura que no dia seguinte contara toda a verdade pra ela.

Ela também jura que no dia seguinte contara para ele que é uma moça simples, recatada, nada parecida com a mulher que ele conhecera nessa noite, vestida dessa forma, mas que o que ela busca é uma aventura, um auto conhecimento, e explorar vários campos da sua vida é o foco da vez.

E é exatamente o que eles fazem, depois de todos os maus entendidos esclarecidos, ambos concordam em vários pontos, nada de relacionamento sério, explorar e conhecer, desde que monogamicamente, e o acordo é ¨fechado¨.

Mas pra total surpresa de Nick ele não consegue ficar longe de Josie, e tudo o que ele faz é tentar arrumar tempo para estar com ela, e isso o deixa confuso, já que ele não quer uma mulher mandando na sua vida tão sem regras que ele vive. Em contra partida, Josie começa a sentir falta da presença de Nick, mas sabe que se apegar à ele não é nada bom, porque no momento em que esse ¨acordo ¨acabar ela é quem vai sofrer. Por sorte tudo parece conspirar em seu favor, ou em favor dos dois, e ambos vão caminhando para um desfecho do qual nenhum dos dois esperava, mas que será de tamanha valia para eles que não há como não ser assim, desse exato jeitinho.


Sinopse -

Intenso - Lori Foster

 
Nick Harris e Josie Jackson não deveriam ter se encontrado, muito menos gostado um do outro! Em vez de rejeitar Josie, porém, ele se encanta com aquela mulher sexy como uma sereia. Quando foi marcado o encontro em um bar para solteiros, Nick esperava conhecer mais uma representante do sexo feminino do tipo firme, intelectual, responsável. Ao mesmo tempo, Josie achava que ele não passava de mais um chatinho que sua irmã arrumara para ela. Ambos estavam enganados, e o que era para ser um encontro às cegas destinado ao fracasso, tornou-se uma noite de paixão sem limites! Algumas horas de puro prazer era tudo o que desejavam, mas quando descobrissem a verdadeira personalidade de cada um, talvez seus sonhos mais selvagens fossem destruídos...
 

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

O Homem que ela Ama Odiar - Kelly Hunter

Esse livro mais parece um conto, tem menos de 100 paginas, li em 3 horas e é bem legal...

Adorei a historia de Jolie e Cole, mas passou muito rápido, e acabou logo, uma pena.
Jolie e Hannah eram melhores amigas desde muito jovens, mas um terrível caso de adultério do pai de Hannah e da mãe de Jolie fez com que as amigas nunca mais mantessem contato, e o pior, fez com que Hannah passasse a odiar  sua melhor amiga como se ela fosse culpada do caso de sua mãe com o pai de Hannah.

Hannah e Cole são irmãos e desde cedo Jolie se sente muito incomodada com a presença dele, mas o que ela não imagina é que depois de toda uma vida fugindo da presença de Cole e sua família que a hostilizou por toda a infância e adolescência, ela o reencontra.

O que ele não esperava ao encontrar uma das pessoas que mais fez a sua infância infeliz, é que ela fosse salvar sua vida, e que o que ele menos imaginaria que acontecesse, eles teriam uma noite de sexo que na cabeça dos dois, teria que ser esquecida.

Mas a vida pros dois, juntos, nunca será fácil, então o melhor é esquecer, mas parece que é tudo o que eles menos querem, tanto ele como ela, e m não consegue tirar o outro da cabeça e das boas sensações que tiveram juntos.

Mas nada vai ser simples para esses dois, e a auto confiança de Jolie é uma droga por causa da família de Cole e Cole é sempre tratado como se fosse igual ao seu pai, e Jolie vai descobrir que ele não é nada parecido com seu pai, e todo o ódio que ela precisa sentir dele vai se dissipando à medida em que o conhece mais e mais...

Uma graça de historia, pena que tudo acontece sem muitos detalhes, o que deixa a historia com um final bem acelerado, mas nem assim deixa de ser bom ... não ótimo, bom !!!


 

Sinopse - O homem que ela ama odiar - (The Man She Loves to Hate) Modern Sexy nº 63 - Kelly Hunter

O homem que ela amava odiar
Três motivos para ficar longe de Cole Rees… 1. Minha mãe teve um caso ardente com o pai dele. Imagine como seria uma “reunião de família”… 2. A arrogância dele me enlouquece. Ele pode ser um bilionário gostosão, mas fico com raiva só de ver como é convencido! 3. Sempre que ele me toca, minha pele queima. No mínimo, isso é enervante. Vamos combinar: é ridículo ficar flertando com o homem que eu amo odiar! Até parece que existe uma mínima chance de a gente dar certo. Afinal, todos sabem que é impossível comprar amor

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Big Love - Sarah Dunn

Pensem num livro chato, cansativo, e decepcionante... Foi esse Big Love pra mim...

Li a sinopse e achei que era legal... essa frase ¨Porque um namorado bonito é como um sofá branco: um convite ao desastre ¨ foi o que me fez comprar esse livro, a sinopse diz que Alison sofre uma decepção com seu namorado Tom que a deixa por uma antiga paixão e que ela ( Alison ) irá em busca de conhecer novos prazeres e novos amores.... não vi nada disso não.

Tá, o livro não é assim 100 % ruim, teve alguns trechos que me diverti bastante, mas acho que mais parece um roteiro para um episodio de algum seriado de TV ( li em alguns blogs que parece muito com Sex and the City, e realmente parece, eu falando de mim mesma, aos 32 anos, descobrindo que muitas coisas não saíram como eu queria ou previa, acho que me tornei mais pratica do que isso, talvez pelo fto de eu , Ana Paula , ser casada, mãe, muitas das coisas que ela relata no livro, contando a historia dela, eu ate achei meio bobo, ela faz alguns questionamentos que pra mim são coisas banais, mas ela ( Alison ) deixa muito claro que dentro da religião em que ela foi criada e educada para ser, tudo ficou muito mais difícil, então quem sou eu pra meter meu bedelho né.

Eu achei que faltou um pouco mais de diálogo, o que deixaria o livro mais leve e fluido, ela sá fala dela pra ela o tempo tudo, com seus questionamentos internos e que precisam ser resolvidos. Mas uma coisa eu sou obrigada a dizer...

Adorei a resposta do Henry ( o chefe que ela teve um casinho..... ) ¨.... Excelente ¨... é ler pra entender, e principalmente AMEI o final... Achei que ali sim ela foi madura, decidida e sem medo de ser feliz, que no fim das contas é o que todas nós mulheres, todos nós seres humanos estamos em busca o tempo todo. A única coisa é que precisamos saber que existe uma hora em que é necessário entender que essa hora chegou, e parar, não estagnar, parar de buscar, porque muitas vezes e para muitas pessoas essa busca não tem fim, ou se torna sem fim.


 

Sinopse - BIG LOVE - SARAH DUNN - por www.skoob.com.br

 
Neste seu primeiro romance, Sarah Dunn apresenta a história de Alison Hopkins, uma mulher de trinta-e-poucos-anos que é abandonada pelo namorado no meio de um jantar entre amigos. Ele simplesmente sai para comprar mostarda e não volta, confessando por telefone estar apaixonado por outra. Essa situação constrangedora é o ponto de partida para Alison reavaliar a sua vida e estabelecer novas metas para encontrar um grande amor. Em Big Love, Sarah Dunn consegue construir uma bem moldada comédia romântica, repleta de referências a seriados e filmes do gênero. Ao mesmo tempo, aborda com humor e sensibilidade o que a maioria absoluta das mulheres procura: o grande amor.

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Como eu Era Antes de Voce - O Filme

Ontem fiquei feliz demais com um post que vi nesse blog aqui ...

http://paposobrelivros.blogspot.com.br/2014/09/novidades-filme-como-eu-era-antes-de.html


Esse filme maravilhoso, um dos melhores que li nos últimos tempos, que chorei pra caramba vai virar filme, agora é se preparar para chorar com as cenas ao vivo... porque são de chorar mesmo...

A previsão de estreia de acordo com o blog Papos de Livros é para o segundo semestre de 2015, então ano que vem promete varias emoções, primeiro semestre 50 tons, e segundo esse, é pipoca e escurinho do cinema na certa.

Resenhei essa belezura AQUI , quem não leu e quiser saber o que é essa linda historia de amor e lágrimas .









terça-feira, 2 de setembro de 2014

Entre o Agora e o Sempre - J.A.Redmerski

"...Nossa história acabou, sim, mas nossa jornada não, porque nós vamos viver entre o agora e o sempre até morrer."
( Andrew Parrish )
 

Ai jzuis, se eu já tinha amado o primeiro livro, esse segundo então me encantou mais ainda...
Quando o primeiro livro termina, a autora nos deixa com gostinho de quero mais, e nesse segundo ela vem ainda mais intensa do que no primeiro.
Como no primeiro, os capítulos vão alternando entre o ponto de vista de Camryn e Andrew, o que é sensacional, porque podemos entender mais um pouco do que cada um é ou pensa.
Eu confesso que em muitos momentos, mesmo adorando Camryn, eu a achei muito insegura, sorte que ela arrumou alguém como Andrew na vida dela, senão ela nunca teria feito metade do eu fez.
Andrew, aos 25 anos é tão maduro que parece que ele é bem mais velho e mais vivido do que ela, que só tem 20 anos.
Depois de um final lindo no primeiro, onde achando que Andrew morreu ( se ele tivesse morrido não teria continuação clarooooo ) e Camryn grávida, os fãs queriam mais... e veio.
Nessa nova jornada, Andrew e Cam precisam viver o ¨mundo real ¨, mais do que o mundo onde a estrada e o primeiro hotel que estiver próximo é o que mais importa, mas não é nada fácil. Eles começam a sentir falta dessa vida de aventuras que eles viveram e a realidade cai em seus colos da maneira mais difícil possível.
Cam não consegue aguentar a barra de tudo o que tem passado e meio que ¨surta¨, mas o amor de Andrew é tão grande que ele esta decidido encarar isso com ela, sofrendo ou não, o que ele não quer e não vai permitir é ver seu amor sofrer.
Como Cam mesmo diz pra ele, ele acaba se tornando um  “... uma espécie de filósofo com tatuagens¨, porque ele em muitos momentos age como um verdadeiro terapeuta pras dores na alma de Camryn.
Cam acha que tudo na sua vida tem ¨prazo de validade¨, ou seja, tudo o que ela deseja, morre, vai embora, ou a decepciona, e esse medo constante de perder o que mais ama, Andrew, a deia por vezes paranoica, e eles fazem muitos pactos durante uma nova viagem do qual Andrew acha que só assim trará Cam de volta pra ele e pra vida que eles ama levar.
E assim vão fechando vários ciclos, cada um a sua maneira, mas mais do que determinados a estar sempre juntos, e como Cam disse, casar para eles será no momento em que eles acharem que é o lugar certo, não importa qual, e que nada do que as pessoas digam, pensem ou façam os fara mudar seus planos. E assim acontece. Cam, Andrew, a mãe dele e o reverendo, numa praia, com Cam com os pés na areia... Maravilhoso !!!
Eu ate ia colocar os votos deles aqui, porque votos de casamento sempre me fazem chorar, mas o paragrafo é imenso e tão emocionante que vou demorar tanto pra escrever, porque as lágrimas com certeza vão me impedir de escreve-lo rápido, então vai ficar um gostinho de ¨preciso ler ¨ pra quem assim como eu for muito curioso !!!
O legal de toda essa historia é que os anos passam, Andrew e Cam continuam narrando sua historia, quando já estão mais velhos, mochilando pelo mundo agora ( antes era só dentro dos EUA), e pra total felicidade de ambos, que vivem como os dois sempre desejaram, e o mais lindo disso tudo é que o amor deles se fortalece cada vez mais, a confiança que um tem no outro, e a sinceridade que a relação deles nos mostra. É quase como se estivéssemos ouvindo uma historia de um amigo próximo que nos conta as aventuras que passaram durante toda uma vida.
O livro é new adult, então tem sim, cenas bem picantes da relação dos dois, mas em momentos algum isso ¨pesa¨ na historia, é tudo escrito com uma boa dose de todos os sentimentos juntos, amor, compreensão, amizade, sexo, choro,  enfim, de tudo um pouco, emoção à flor da pele.


So tem mais uma coisa gentem, eu tava lendo as resenhas la no skoob, e me deparei com uma do qual eu não podia deixar de mencionar aqui, porque apesar de ter amado esse livro, eu concordo com a Caroline ( a que fez essa resenha ) em gênero, numero e grau, porque ela diz tudo nesse comentário, até me questionei sobre coisas na minha própria vida, do qual algumas vezes insisti em repetir, e muitas dessas vezes não deram certo, outras simplesmente não aconteceram, será que ai não tem um dedo dos ceus para que as primeiras lembranças fossem as melhores ???!!!!, então vou deixa-lo aqui pra que vocês entendam o que to dizendo :

Nada como uma primeira vez...Quem leu Entre o agora e o nunca vai concordar comigo que ali flutuamos e levitamos com um sorriso fácil e constante nos lábios e um prazer imenso estampado no rosto. Aquela road trip foi memorável e eis o grande problema desse segundo livro, Entre o Agora e o Sempre. Não me entendam mal, não é que ele seja ruim, é muito bom, mas ele "erra" ao tentar nos fazer reviver os momentos inesquecíveis de Cam e Andrew naquela estrada.

Aqueles momentos mágicos foram únicos, foram espontâneos, foram cada um deles uma "primeira vez", e nada substitui a emoção e a magia da primeira vez. A primeira vez em uma cidade, em uma praia, o primeiro olhar, o primeiro beijo, a primeira conversa. Nada substitui a primeira vez que beberam juntos e que vagaram sem destino pelas ruas de New Orleans. Nada substitui o primeiro toque, a primeira vez deitados na grama na beira da estrada, a primeira brincadeira, o primeiro banho de chuva, a primeira pifada do carro. Nada, nada mesmo, substitui a sensação de ter ouvido - e visto e sentido e vivido - Barton Hollow cantado por Cam e Andrew pela primeira vez... Nada, por melhor que seja, pode substituir o que foi vivido no livro anterior e a própria Cam se dá conta disso em uma certa parte da estória.

"It's like, you know, it doesn't matter what you do, even if you try to replicate an experience down to every detail, it'll never be the way it was when it happened naturally the first time" ("É como, você sabe, não importa o que você faça, mesmo que você tente replicar uma experiência em cada detalhe, ela nunca vai ser do jeito que foi quando aconteceu naturalmente pela primeira vez")

Repito, não me entendam mal, a estória é muito boa, mas não chega perto do deleite que foi a anterior. Ela nos deixa a mesma mensagem de antes, nos faz questionar o cotidiano, a rotina, o fato de acordar e fazer a mesma coisa todos os dias no mesmo lugar durante toda a vida. Para alguns isso pode ser a felicidade, para outros apenas tarefas impostas pela sociedade em um modelo que talvez não seja para todos. No começo da leitura pensei: estou gostando, mas será que essa continuação era necessária? Não, não era necessária, mas prefiro pensar nela como um bônus para todos aqueles apaixonados por Camryn e Andrew e sua road trip, e é para essas pessoas que recomendo esse livro. Para os que, mesmo apaixonados, tem medo de ter suas belas memórias arruinadas, esqueçam-no. É encantador e te faz sorrir, mas nada como uma primeira vez...


 

Sinopse - Entre O Agora e O Sempre - Entre O Agora e O Nunca - Livro 02

 
Camryn Bennett e Andrew Parrish nunca foram tão felizes. Cinco meses depois de se conhecerem num ônibus interestadual, os dois estão noivos e prestes a ter um bebê. Nervosa, mas empolgada, Camryn mal pode esperar para viver o resto de sua vida com Andrew, o homem que ela sabe que vai amá-la para sempre. O futuro só lhes reserva felicidade... até que uma tragédia os surpreende. Andrew não consegue entender como algo tão terrivelmente triste pôde acontecer. Ele tenta superar o trauma — e acredita que Camryn esteja fazendo o mesmo. Mas, quando descobre que Camryn busca sufocar uma dor imensa de uma forma perigosa, fará de tudo para salvá-la. Determinado a provar que o amor dos dois é indestrutível, Andrew decide levar Camryn numa nova jornada carregada de esperança e paixão. O mais difícil será convencê-la a ir junto... Com Entre o agora e o sempre, a aguardada continuação de Entre o agora e o nunca, J. A. Redmerski concluiu a história de amor que encantou milhares de leitores.